AFBNB 33 anos: Uma história de lutas em prol do BNB e dos trabalhadores

208

No dia 4 de fevereiro a AFBNB completa 33 anos. Constituída em 1986 na efervescência das mobilizações pela volta à democracia no País, a Associação encampou lutas que até os dias de hoje são de fundamental importância para o aporte de recursos ao Banco do Nordeste do Brasil (BNB), para a Região em que o Banco atua, para as conquistas dos trabalhadores, bem como para a própria democracia do País.

Em um atual contexto de retorno de ameaças antidemocráticas, políticas de cunho neoliberal com tentativas de privatização e fragilização das estatais e de seu papel, a AFBNB reafirma sua história e identidade se colocando na linha de frente da batalha pelas instituições públicas, em específico o BNB, e pelo cumprimento de sua missão desenvolvimentista. Na semana de seu aniversário a Associação relembra momentos históricos de sua trajetória e reforça suas posições para as batalhas que virão.

Criação dos Fundos Constitucionais

Com apenas um ano de vida, em 1987, a AFBNB lançou uma campanha para que o BNB voltasse a ter recursos estáveis. O principal resultado desta campanha foi a criação, em agosto de 1988, do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE).  O FNE foi disciplinado por intermédio da lei 7.827, de 27/11/89, data em que o então deputado Paes de Andrade (PMDB-CE), no exercício da Presidência da República, promulgou a Lei.

O FNE se constituiu ao longo da história como  uma fonte permanente de recursos para o financiamento da Região, proveniente de 3% da arrecadação do Imposto sobre a Renda e Proventos de qualquer natureza e sobre produtos industrializados. Estes recursos ainda hoje são geridos exclusivamente pelo BNB, apesar de ameaças e inconstâncias durante estes anos.

Em 2018, por exemplo, foram aplicados mais de R$ 30 bilhões em recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE). Tal valor foi essencial para o alcance da marca histórica do BNB de R$ 41,4 bilhões emprestados em 2018 – sendo R$ 30 bilhões do próprio FNE e o restante do CrediAmigo e AgroAmigo – microcrédito urbano e rural, respectivamente.

AFBNB, 33 anos ao lado dos trabalhadores!

AFBNB, firme com resistência e autonomia

Gestão Unidade e Luta

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome