AFBNB se reúne com economista chefe do BNB e discute tema da 56ª RCR

51

A diretora-presidente e o diretor administrativo da AFBNB, Rita Josina Feitosa da Silva e Assis Araújo, estiveram reunidos no último dia 29 de julho com o economista-chefe do Banco do Nordeste do Brasil (BNB), Luiz Esteves. Na pauta, a conjuntura de ameaças ao BNB que tem sido acompanhada de perto pela Associação, e um diálogo em torno do próximo tema da Reunião do Conselho de Representantes – Política Nacional de Desenvolvimento Regional – a ser realizada em Brasília, nos dias 16 e 17 de setembro próximo, juntamente com audiência pública com o mesmo tema, resultado de agenda da AFBNB na Comissão de Legislação Participativa (CLP) da Câmara Federal.

Os dirigentes da AFBNB retomaram os embates recentes travados pela entidade em prol do fortalecimento do Banco e a vigilância constante sobre tudo o que se refere aos fundos constitucionais, como a proposta de compartilhamento de 20% dos recursos do FNE aos Estados, noticiada pela imprensa. O economista-chefe reiterou o que tem dito publicamente: em todos os aspectos que se possa analisar, o BNB está muito bem. Ele destacou o crescimento nas aplicações, de R$14bi para mais de R$30 bi em um curto período de tempo, o que mostra a capacidade operacional da instituição.

Segundo Luiz Esteves, essa capacidade operacional se mostra ainda mais eficiente quando se considera que, embora seja um banco de desenvolvimento, o BNB é submetido à mesma legislação dos bancos comerciais – no caso, o Acordo de Basileia – diferente do que ocorre em alguns países da Europa, onde as instituições regionais não pagam impostos e são submetidas a regras diferenciadas.

Na ocasião, a AFBNB solicitou ao economista dados, sugestões de leituras e de possíveis nomes que possam vir a integrar a mesa de debates que abordará a temática da próxima RCR:  Política Nacional de Desenvolvimento Regional (PNDR).

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome