Agenda em Brasília: AFBNB participa de reunião da Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Bancos Públicos

147

A Associação dos Funcionários do Banco do Nordeste do Brasil (AFBNB) esteve na última semana em Brasília (DF), em atividades relacionadas ao fortalecimento das instituições públicas e encaminhamentos de demandas da entidade. Na quarta-feira (dia 10), o diretor de comunicação da entidade, Dorival de Lima, a convite do coordenador da Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Bancos Públicos, deputado federal Zé Carlos (PT-MA), participou do relançamento da Frente, cuja missão é debater com a sociedade a importância dos bancos públicos e discutir estratégias para fortalecê-los.

Dorisval fez um contraponto à linha de desmonte, com enfoque para os bancos regionais, destacando a importância deles para o desenvolvimento das regiões em que atuam – e não apenas eles, mas também as demais instituições de desenvolvimento. Ele citou as ameaças constantes aos fundos constitucionais de financiamento e reforçou a necessidade de diálogo e união das bancadas do Norte e Nordeste na defesa desses instrumentos criados para reduzir as desigualdades regionais. “Na contramão de entender a importância desse instrumento para que os bancos regionais cumpram sua missão de forma adequada, hoje virou uma panaceia  a tentativa de mutilar esses fundos, não só através de balões de ensaio como de projetos concretos que tramitam no âmbito da Câmara e Senado Federal para mutilar e quebrar a espinha dorsal desses bancos e que é precisa uma ação determinada para conter tais ameaças”.

Dorisval reforçou a ideia de fortalecimento e asseverou a importância dos demais órgãos públicos de desenvolvimento. “Os bancos públicos são importantes ferramentas de política de desenvolvimento, pela sua ação creditícia, cada um na sua especificidade e área de atuação, sendo os mesmos ferramentas essenciais de política econômica. Para se pensar o desenvolvimento é preciso fortalecer o conjuntos de estratégias pensadas nesse sentido, neste caso em relação ao Norte e Nordeste é preciso fortalecer o BNB, o Basa, ou seja, focar no recorte regional e valorizar os demais órgãos públicos, Chesf, Codevasf, DNOCS, Sudene, Sudam, entre outros”, destacou.

Outra compromisso na Capital Federal foi junto à Comissão de Legislação Participativa (CLP), dessa vez para tratar do seminário sugerido pela AFBNB e aprovado pela Comissão. O seminário será realizado em setembro próximo, dentro da programação da 56ª Reunião do Conselho de Representantes (RCR), atendendo à encaminhamento dos próprios representantes de realizar o encontro no Distrito federal, dada a importância do tema e a necessidade de mobilizar a classe política em torno das questões do desenvolvimento regional.

Durante a programação, foi entregue aos parlamentares dois documentos produzidos, um elaborado em conjunto com a Associação dos Empregados do Banco da Amazônia (AEBA); e o jornal Nossa Voz, recentemente produzido pela AFBNB, nos quais as entidades enfatizam a inconstitucionalidade no compartilhamento dos recursos dos fundos constitucionais e da relevância desses instrumentos para a superação das desigualdades e a imprescindibilidade do fortalecimento dos órgãos regionais. Confira aqui e aqui.

Pelo fortalecimento do BASA e do BNB!

Pelo desenvolvimento das regiões Norte e Nordeste!

Em defesa dos Fundos Constitucionais FNO e FNE 100%!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome