Audiência discute papel do BNB no desenvolvimento regional

74

CÂMARA | Encontro debateu diretrizes para ações e investimentos públicos voltados ao desenvolvimento integrado do País

Proposta pela Associação dos Funcionários do Banco do Nordeste do Brasil (AFBNB), uma audiência pública realizada na Câmara dos Deputados discutiu ontem o desenvolvimento regional do Nordeste, com foco no papel do BNB. O encontro, no auditório Nereu Ramos, em Brasília serviu para debater e traçar diretrizes para ações e investimentos públicos voltados ao desenvolvimento integrado do País e à redução de desigualdades regionais.

O Banco do Nordeste é visto como uma incógnita no governo Jair Bolsonaro (PSL).
Houve acenos da equipe econômica em relação à redução do papel dos bancos de desenvolvimento. Há algumas semanas, após meses de indefinição, Romildo Rolim foi reconduzido à presidência do órgão.

A audiência foi promovida pela Comissão de Legislação Participativa da Câmara. Entre os participantes da mesa, estiveram o coordenador da Bancada do Nordeste na Câmara dos Deputados, deputado Júlio César (PSD-PI); a secretária nacional de Desenvolvimento Regional e Urbano do Ministério do Desenvolvimento Regional, Adriana Melo Alves; o economista-chefe do Banco do Nordeste do Brasil, Luiz Alberto Esteves; a diretora-presidente da AFBNB, Rita Josina Feitosa da Silva.

O deputado Nilto Tatto (PT-SP), também presente na audiência, fez um balanço sobre as ações regionais realizadas nos últimos anos e ressaltou a importância do BNB como banco de fomento para a Região.

“O BNB tem um papel fundamental e, hoje, o FNE (Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste), que tem um papel importante para o desenvolvimento regional do Nordeste, vem tendo os recursos reduzidos e sofre um sério risco de se acabar”, complementou o parlamentar.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome