Bancos usam a tecnologia para demitir bancários

141

A política perversa do sistema financeiro nacional deixa milhões de pais e mães de família desempregados. De olho apenas no lucro, os bancos substituem a mão de obra humana pelas novas tecnologias. Desde a década de 90, quando a automação no setor ganhou força, mais de 500 mil bancários foram demitidos.

Uma pesquisa do Dieese revela que, em 2017, as organizações financeiras destinaram R$ 19,5 bilhões para o meio digital. Desde 2011, o valor passa dos R$ 136 bilhões. Enquanto isso, no mesmo período, foram fechados 57.677 postos de trabalho.

O mesmo relatório mostra que o país tinha 59 milhões de contas ativas em internet e mobile banking em 2017 e mais de 1,6 milhão de contas digitais foram abertas.

No mesmo ano, 929 agências encerraram as atividades e 17.905 empregos foram extintos. Em contrapartida, o lucro dos cinco principais bancos do país (BB, Bradesco, Caixa, Itaú e Santander) ultrapassou os R$ 77 bilhões. Os dados não deixam dúvidas de que as empresas utilizam a automação para reduzir os custos com mão de obra e elevar ainda mais os ganhos.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome