BNB – mobilização dos trabalhadores e da sociedade deve ser permanente!

46

O Banco do Nordeste do Brasil (BNB) é hoje, sem sombra de dúvidas, o maior instrumento de incentivo ao desenvolvimento do Nordeste, do norte de Minas Gerais e do Espírito Santo! O BNB estimula por meio de crédito diferenciado e orientado, do pequeno ao grande empresário, do agricultor familiar ao industrial, contribuindo para a economia de municípios e estados.

Por isso, a bandeira defendida pela AFBNB em suas articulações e atividades é a do fortalecimento do Banco e da valorização de seus trabalhadores. Assegurar a continuidade do BNB enquanto instituição pública sem dúvida é o primeiro passo, mas tão fundamental quanto isso é garantir que ela possa desempenhar sua missão como deve, como instrumento de fomento ao desenvolvimento regional, com todas as prerrogativas asseguradas e por que não dizer, ampliadas. A manutenção da exclusividade na aplicação dos recursos do FNE, a ampliação do número de agências e de quadro técnico qualificado, dentre outras questões importantes e urgentes, é o que defendemos e reivindicamos no documento Desenvolvimento Regional, Prioridade Nacional, amplamente divulgado – tanto durante as eleições, aos presidenciáveis, quanto ao Presidente eleito, governadores, presidentes de Casas Legislativas e parlamentares (leia o documento aqui).

Embora a imprensa tenha noticiado que o Banco não estaria na lista das empresas a serem privatizadas, a mobilização de seus trabalhadores e da sociedade civil e política deve continuar. A notícia circulou na última quarta-feira, dando conta de que, em ofício enviado à Câmara Federal, assinado pelo titular da Secretaria Especial de Desestatização e Desinvestimento do governo, Salim Mattar, o Ministério da Economia teria garantido que o Banco do Nordeste do Brasil permaneceria uma empresa estatal (confira matéria aqui)

A AFBNB, que vem não apenas acompanhando de perto tudo o que se refere a esse assunto, mas, sobretudo agindo por meio de ações de mobilização política e social, reconhece a importância do fato mas reitera a necessidade de continuar mobilizados e vigilantes. Portanto, reiteramos que a luta continua! É fundamental que o diálogo com a sociedade e a mobilização nas casas legislativas prossiga e que cada um dos trabalhadores do BNB seja agente de informação qualificada nesse processo. Quanto à AFBNB, seguiremos vigilantes e trilhando o caminho de defesa da redução das desigualdades regionais, do fortalecimento do BNB e de seus trabalhadores!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome