Luta da AFBNB em defesa dos fundos constitucionais repercute na imprensa

675

A ação da AFBNB a favor da manutenção do veto 22/2018 tem repercutido na imprensa. O veto é referente a um artigo da Lei 13.682/2018 que prevê a utilização de recursos dos fundos constitucionais para equalizar as taxas de juros das aplicações do BNDES em suas aplicações nas regiões Norte e Nordeste.

Na manhã desta quinta-feira (8), a Diretora-Presidente da AFBNB, Rita Josina Feitosa, e os diretores José Frota de Medeiros e Dorisval de Lima estiveram nos estúdios da TV O Povo, em uma entrevista que abordou os ataques, bem como as mobilizações e resistências ocorridas ao longo dos anos contra o BNB e seus recursos. A dirigente abordou o cenário privatista em vigor no país e os riscos dessa pauta para todos, em especial para as instituições públicas, estando o BNB entre elas, ressaltando a trajetória e o diferencial desenvolvimentista do Banco.

Ela citou as bandeiras da AFBNB em defesa do BNB e do FNE e fez um balanço acerca das medidas que fragilizam o Banco e os Fundos Constitucionais na forma de compartilhamentos e tentativas de flexibilidade na operacionalização dos recursos (retirando a exclusividade dos bancos regionais BNB e BASA), citando a recente destinação de recursos do FNE para o FIES: “O Banco tem aplicado bem seus recursos,  tem demanda para mais e tem pessoal qualificado. A nossa expectativa é o fortalecimento do Banco, enquanto uma instituição forte que possa contribuir com a redução das desigualdades entre as regiões e intrarregionais”, afirmou.

Nesta quinta-feira também o assunto esteve pautado na coluna de Economia do jornal O Povo e na quarta-feira (7), o  tema foi abordado no blog do Eliomar e no programa de Rádio O Povo Economia.

A AFBNB avalia e defende a importância de manter o veto 22/2018, que deve ser votado na próxima semana no âmbito do Congresso Nacional. Caso contrário, a equalização proposta na Lei 13.682/2018 será realizada por meio dos Fundos Constitucionais, reduzindo assim recursos do BNB e do BASA, o que poderá comprometer substancialmente a existência dessas instituições e dos próprios fundos, bem como a sua missão institucional.

Em defesa dos Fundos Constitucionais

Pelo fortalecimento do BNB

Gestão Unidade e Luta

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome