Reforma da Previdência disseca o PIS/PASEP

49

Agora que a reforma da Previdência chegou ao Congresso, a verdadeira face sombria se mostrou. A proposta prevê mudanças no pagamento do abono salarial do PIS/PASEP. O benefício anual deverá ser pago somente para quem ganha até um salário mínimo mensal. Hoje, o abono é pago para quem ganha até dois salários mínimos.

Com a mudança, 23,4 milhões de trabalhadores perderão o benefício. O número corresponde a 91,5% do total de pessoas que hoje têm o direito assegurado. No Orçamento de 2019, a despesa prevista com o abono é de R$ 19,2 bilhões.

PIS/PASEP
O abono salarial do PIS/PASEP é um pagamento anual concedido para quem trabalhou com carteira assinada por, pelo menos, 30 dias no ano; ganhou no máximo dois salários mínimos por mês, está inscrito no PIS/PASEP há pelo menos cinco anos. A empresa também deve ter informado os dados corretamente ao governo.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome