SEEB-MA ajuíza ação para suspender atendimento presencial em bancos

8

Objetivo da ação é proteger a vida de bancários, clientes e da população em geral.

O SEEB-MA ajuizou nesta segunda-feira (23/03) uma ação coletiva, com pedido de liminar, para que os bancos suspendam imediatamente o atendimento presencial a clientes, bem como qualquer serviço que importe aglomeração de pessoas em todas as agências e postos de atendimento bancário no Maranhão, pelo prazo inicial de15 dias ou enquanto perdurar as medidas de combate ao coronavírus no Estado.

O objetivo da ação é proteger a vida de bancários, clientes e da população em geral, assim como evitar o avanço da Covid-19, doença de fácil e rápida disseminação, que tem se mostrado letal em todo o mundo, com casos já confirmados no Maranhão.

Na ação, o SEEB-MA alega que shopping centers, centro comerciais e lojas foram fechados por possuírem ambientes fechados com ar-condicionado e com aglomeração de pessoas.

Por sua vez, as agências bancárias, mesmo possuindo tais características e outras agravantes, como a superlotação, a circulação de cédulas e moedas, continuam abertas, tornando-as um foco ainda maior de propagação da doença.

Para o presidente do SEEB-MA, Eloy Nattan, “manter os bancos abertos é um atentado contra a saúde pessoal e familiar dos bancários e clientes, assim como de toda a comunidade. É prestigiar o lucro dos bancos em detrimento da vida das pessoas. Por isso, reivindicamos a suspensão do atendimento presencial nas agências e postos. Somente com prevenção, será possível vencer essa pandemia” – afirmou.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome