28 de agosto – AFBNB saúda bancários(as) por seu dia

339



O dia 28 de agosto é dedicado ao trabalhador bancário. Segundo dados da Federação Brasileira de Bancos – Febraban,  esse contingente no Brasil soma mais de 500 mil em 2014. São homens e mulheres que dedicam seu empenho, habilidades, e conhecimento, diariamente, em instituições financeiras públicas e privadas, e que estão longe de se ver reconhecidos como deveriam, o que é peculiar no “mundo do trabalho”, ou seja, nas relações entre o capital e o trabalho.


 A lógica insana do capital e do mercado, que busca maximizar o lucro a todo custo, impõe metas infinitas e incompatíveis com as condições de trabalho, descarta mão de obra, corta postos de trabalho, causa adoecimento físico e mental, assédio moral, trabalho gratuito… Tudo isso em nome de uma lógica perversa, da geração de superlucros como os números revelam: enquanto a indústria recuou mais de 6% no primeiro semestre, o lucro dos bancos bateu recordes. Somados, os ganhos dos quatro maiores bancos cresceram mais de 40% no primeiro semestre, na comparação com os primeiros seis meses do ano passado.


Não é isso que o trabalhador merece, quer e defende! Por isso é necessário se organizar e lutar para alterar tal realidade. Para a AFBNB, essa é uma data importante para que cada um se descubra e se reconheça enquanto integrante de uma classe – classe trabalhadora – e se conscientize de que só a luta muda a vida!


Somente com organização, debate, enfrentamento, por meio luta concreta enfim, é que as bandeiras históricas e imediatas da classe poderão ser atendidas. Sem a luta coletiva isso é praticamente impossível! É urgente a união! É necessária a solidariedade! É preciso reafirmar a luta por um mundo melhor, construído a muitas mãos; pelas mãos de todos, a começar por uma postura coerente e autônoma em casa, no ambiente de trabalho, em todos os momentos da  vida.


Hoje, é dia de lembrar que a luta por melhores condições de trabalho e saúde, jornada justa e dignidade previdenciária, fazem parte da labuta diária desta categoria, que mesmo trabalhando no centro do capital e sofrendo diariamente tentativas de se corromperem pelo sistema financeiro, mantém a dignidade e humanidade de trabalhadores que fazem no dia a dia a sua luta por uma vida melhor!


A todos os trabalhadores bancários, em especial aos do Banco do Nordeste do Brasil, aos que já contribuíram, aos que hoje fazem o Banco e aos que virão, todo respeito e toda disposição em estar sempre ao seu lado por melhores condições de trabalho e de vida.


Trabalhadores do mundo todo, uni-vos!

A AFBNB ao lado do trabalhador

Gestão Autonomia e Luta


 


Source: Notícias – 600

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome