Bancos utilizam PDVs para demitirem em massa

129

Os bancos fecham postos de trabalho com a mesma velocidade que aumentam seus lucros. No entanto, a situação pirou consideravelmente desde 2016, após o impeachment da presidenta Dilma Rousseff, com a sequência de planos de demissões voluntárias nos bancos públicos.

charge lucros e demissoes nos bancos 77d72

No final de 2016, 9.409 funcionários aderiram ao PDV do Banco do Brasil. Esta ano, a empresa já anunciou um novo programa, que deve atingir 2,3 mil bancários.

Na Caixa, por conta dos Programas de Preparação para a Aposentadoria (PPA) e dos PDV, de 2015 a 2018, o banco fechou 14.369 postos de trabalho. Um novo PDV está curso e deve cortar mais 3,5 mil vagas.

Mas, não são apenas os bancos públicos que se utilizam dos PDVs para fechar postos de trabalho. Em julho de 2017, o Bradesco lançou um PDV, que se encerrou em setembro daquele ano. O saldo foi o fechamento de 7.400 postos de trabalho no banco.

Em julho de 2019, o Itaú lançou um PDV, com a meta de adesão de 6.900 bancários. Sem contar que, nos últimos 12 meses o banco já fechou 983 postos de trabalho.

Se as coisas continuarem deste jeito, o número de trabalhadores do setor bancário vai ser reduzido drasticamente, sobrando para os que ficarem a tarefa de fazer todo o serviço das agências. Sobrecarga e estresse na certa!

Com informações da Contraf.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome