BNB investe R$ 1,3 bilhão no NE; R$ 647 mi no CE

248


O Estado do Ceará recebeu R$ 647 milhões do Banco do Nordeste para investimento em empreendimentos de energias renováveis. O financiamento foi fechado na manhã de ontem no Centro Administrativo do Banco do Nordeste (BNB). O montante faz parte do R$ 1,3 bilhão liberados pelo BNB para o Nordeste. Advindos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), os recursos são destinados à infraestrutura.


O município de Quixeré, na região do Vale do Jaguaribe, receberá a usina de geração de energia solar Apodi das empresas norueguesas Scatec Solar e a Statoil, e da brasileira Kroma Energia. Serão R$ 477,4 milhões do FNE e R$ 187,4 milhões de recursos próprios.


A CPFL Renováveis assinou contrato para o financiamento das usinas eólicas Pedra Cheirosa I e II, no município de Itarema, a 237 quilômetros de Fortaleza. Serão financiados R$ 170,1 milhões pelo fundo constitucional e a empresa investirá R$ 76,1 milhões de recursos próprios.


Para o presidente do Conselho de Administração da Apodi Energia, Rodrigo Mello, a expectativa é de que o andamento das obras seja acelerado. “É um projeto desafiador pela velocidade. Esperamos terminar antes do prazo”, projeta.


Sobre o FNE Infraestrutura, serão destinados R$ 678,7 milhões para implantação de três parques de energia fotovoltaica da Enel Green Power Brasil Participações, subsidiária de energia renovável da Enel. Os empreendimentos estão localizados nos municípios baianos de Bom Jesus da Lapa e Tabocas do Brejo Velho, e outro em Ribeira do Piauí (PI). A empresa investirá R$ 795,7 milhões.


Marcos Holanda, presidente do BNB, frisa que a meta global de investimentos do FNE é da ordem de 25 bilhões para este ano. A intenção é “evoluir na contratação do FNE, em relação ao ano passado, no mínimo de 30%.


Source: SAIU NA IMPRENSA

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome