MPs apresentam balanço sobre supostos desvios de R$ 683 milhões no BNB

616


Denúncia antecipada pelo O POVO , investigação que apura desvios de até R$ 683,4 milhões em empréstimos e financiamentos do Banco do Nordeste (BNB) pode ter novos detalhes revelados nesta sexta-feira, 3. O escândalo será objeto de entrevista coletiva conjunta dos Ministérios Públicos do Estado (MP-CE) e Federal (MPF-CE) às 9h.


Segundo MPF, o promotor de Justiça Ricardo Rocha e o procurador da República Oscar Costa Filho apresentarão balanço da atuação dos órgãos no combate às irregularidades no BNB, gigante estatal com sede em Fortaleza.


No último domingo, O POVO mostrou, com exclusividade, que ação dos MPs que aponta uma série de “provas irrefutáveis” de irregularidades no BNB. Segundo a peça, ex-diretores do banco teriam feito “análises irreais” de risco que permitiram empréstimos “astronômicos para empresas falidas”.


Prejuízo apontado é comprovado em relatório do Tribunal de Contas da União. Uma empresa investigada na Lava Jato e ligada ao doleiro Alberto Youssef estaria envolvida no esquema.


De acordo com o promotor de Justiça Ricardo Rocha, que assina a denúncia, irregularidades ocorreram principalmente durante gestão de Fernando Passos e Luiz Henrique Mascarenhas Corrêa em diretorias do banco, entre os anos de 2008 e 2011. A denúncia inicial, apresentada em 2014, ainda aguarda julgamento.


Ambos os ex-diretores, no entanto, negam as acusações. Eles afirmam que todos os créditos do banco eram aprovados por comitês técnicos, após análise de critérios técnicos “rigorosos”. Um dos acusados, Fernando Passos, chegou a ter decisões favoráveis na Justiça Federal.


 


Source: Notícias – 400

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome