Opinião – Sigamos firmes na luta! Por José Frota de Medeiros

201


*Por José Frota de Medeiros

A AFBNB nascia há 35 anos alimentada pelo sonho da reconstrução do país com uma democracia participativa, uma política econômica e social orientada pela elevação do nível de vida social e cultural do povo brasileiro, sem desigualdades sociais e regionais.

Naquela época de esperança, a questão regional estava inegavelmente ligada à democratização em curso. Aí entram a AFBNB, a sociedade política e produtiva do Nordeste objetivando a criação de instrumentos, de programas e políticas permanentes para o combate às desigualdades que permitissem a transformação da realidade.

Desta ação política surgiram mobilizações e organizações em todo o Nordeste para implementação destes projetos cujo resultado foi a criação da Sudene e do FNE. A AFBNB continuou sua saga, principalmente ao acompanhar passo-a-passo a dinâmica econômica e as ameaças para impedir as conquistas e elevação do valor do trabalho, defendendo os direitos dos trabalhadores e as liberdades democráticas e sindicais.

Hoje a luta é contra políticas que impedem o Brasil de avançar principalmente no curto prazo, a exemplo da política que impede o combate à pandemia que abate a esperança do povo brasileiro – dentre outras ações deletérias. A morte dos trabalhadores convive com a indiferença da elite econômica e política.

Sem vencer a batalha da pandemia não venceremos o desafio da retomada do crescimento da economia brasileira; mergulhamo-nos no caos econômico gerando mais desemprego, mais recessão, mais inflação, mais degradação do valor da nossa moeda, mais pobreza e menos democracia.

Portanto, a AFBNB deve continuar firme e unir-se às novas forças regionais que surgem, como o Comitê Científico do Consórcio Nordeste a fim de que, com a repactuação da nova federação, possamos seguir lutando com as forças transformadoras e por um Nordeste melhor. Assim, a AFBNB continuará cumprindo sua missão e justificando a necessidade de sua presença na história.

BNB, tua existência estará presente enquanto houver desigualdades regionais e sociais no nosso país. E a AFBNB seguirá firme no seu propósito de fortalecer os instrumentos de desenvolvimento!

Sigamos firmes na luta!

José Frota de Medeiros – ex-presidente da AFBNB e atual Diretor de Ações Institucionais

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome