PLR – Banco deve agir com transparência e esclarecer situação

237


Desde ontem os telefones da AFBNB não param de tocar. São funcionários do BNB de diferentes Estados em busca de informação que explique o pífio valor pago a título de antecipação de PLR.


Uma das principais dúvidas diz respeito ao descumprimento do acordo geral da Fenaban, o qual estabelece uma regra básica para a antecipação (54% sobre o salário-base mais verbas fixas de natureza salarial, reajustados em setembro/2015, acrescido do valor fixo de R$ 1.213,07, limitada ao valor individual de R$ 6.507,55).


Os trabalhadores querem saber o porquê de, no acordo preliminar, o cálculo do BNB ser diferente (Parcela de 3% do Lucro Líquido apurado no primeiro semestre de 2015, calculada de forma linear) se o Banco afirma estar seguindo a Fenaban.


Já prevendo questionamentos, a AFBNB, baseada na experiência de anos anteriores, enviou ao Banco no dia 30 de outubro ofício no qual solicitou a “divulgação dessas informações de maneira didática e transparente, de forma a dirimir as inquietações do corpo funcional”. Dizia o documento: “Necessário se faz que as devidas informações se pautem por datas, valores específicos por verbas, em conformidade com o estabelecido na proposta aprovada e constituída como Acordo assinado entre o Banco e as entidades sindicais”. No entanto, até o momento, não tivemos retorno por parte do Banco.


A Associação ratifica que quem deve prestar todos os esclarecimentos é o Banco e seus interlocutores quando das negociações, ou seja, os sindicatos. Não é admissível que diante de tanta inquietação a  resposta seja o silêncio. Quanto mais após uma greve forte, na qual os trabalhadores mostraram que estão organizados.


Nesse caso específico da PLR, os trabalhadores são merecedores não apenas de resultados, mas também de atenção e respostas esclarecedoras aos seus questionamentos. A AFBNB, assim como seus associados, aguarda o esclarecimento do que está posto no ofício com informações precisas, como também dos pontos que estão sendo apresentados pelo funcionalismo. 


Source: Notícias – 500

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome