AFBNB participa de audiência pelo fortalecimento do BNB no Rio Grande do Norte

218

A Associação dos Funcionários do BNB (AFBNB) participou no último dia 21 de agosto da audiência pública “Fortalecimento do BNB e sua importância para a economia do RN, do Nordeste e do País”, na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, ao lado de dirigentes do Sindicato dos Bancários do Rio Grande do Norte, de trabalhadores do BNB e de representantes de diversos segmentos da sociedade local. Além de Rita Josina, diretora-presidente da AFBNB, que compôs a mesa, participaram os diretores Assis Araújo, Dorisval de Lima, Edilson dos Santos, José Carlos e Francisco Ribeiro (Chicão), que também é dirigente do Seeb RN.

O deputado estadual Francisco (PT), que convocou e presidiu a Audiência, ressaltou a importância do Banco do Nordeste para a região e o país: “eu sei o quanto esse Banco está presente na vida das pessoas! Do pequeno agricultor através do Pronaf; do pequeno empreendedor; e do pescador artesanal”.

Chicão reiterou o convite à luta da sociedade nordestina em defesa do Banco, relembrando outros momentos da história em que o BNB foi atacado pela sanha neoliberal. “A palavra de ordem é dizer não, ao governo, ao ministro privatista e a qualquer tentativa de acabar ou enfraquecer o Banco do Nordeste. O BNB é um sobrevivente e já sobreviveu. Meu discurso aqui não é de derrota mas sim um chamado a cada um para a luta, para as ruas”.

Rita Josina, diretora-presidente da AFBNB, destacou a relevância de momentos como a audiência para que sejam apresentadas informações que são essenciais para a compreensão dos riscos e ameaças no contexto atual. Ela citou Mangabeira Unger, ao afirmar que só haverá solução para o Brasil se houver para o Nordeste e só haverá solução para o Nordeste se houver para o Semiárido. Ela destacou que essa frase traduz a defesa que a AFBNB faz de uma nação, de um Estado soberano onde a democracia prevaleça. “O contexto de desigualdades regionais e intrarregionais que afetam o Nordeste justifica a nossa luta pelo Banco do Nordeste, pelas instituições públicas”, afirmou.

A presidente da AFBNB enfatizou a atuação do Banco do Nordeste, os resultados e a efetividade de sua ação de crédito o que não justifica medidas que possam fragilizar a instituição e que podem chegar de forma repentina via sucateamento ou retirada dos recursos que sustentam o BNB, no caso, o FNE. “Tem proposta em trâmite de desvincular receita do FNE, para utilização em infraestrutura, turismo, educação, indústria bélica e isso pode esvaziar o FNE. Se você dilui aquilo que seria específico da região e abre para outras possibilidades, como ficará a nossa situação?”. Rita Josina citou ações que a AFBNB tem feito, de articulação e mobilização junto a parlamentos e sociedade, de forma vigilante e permanente no sentido de alertar para esses riscos.

Assis Araújo, diretor de Organização e Finanças da AFBNB, fez uma comparação entre as instituições públicas e o mercado, cujos interesses são outros. “Estamos precisando de mais democracia na aplicação dos recursos, na distribuição econômica dos bens. Não precisamos de mais mercado, porque a tendência do mercado é concentrar, é excluir. Estamos num momento de resistência e de mobilização”.

Para Dorisval de Lima, diretor de comunicação e cultura da AFBNB, “não resta dúvida que as empresas estatais, os órgãos públicos e de maneira especial os bancos públicos são estratégias necessárias, essenciais e fundamentais de desenvolvimento, portanto, promotoras de política econômica”.

Participaram da mesa o presidente da Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado do Rio Grande do Norte (Fetarn), Manoel Candido; a representante do Dieese, Maiara Dantas de Oliveira; o diretor Técnico da Emater, Raimundo Costa Sobrinho e o coordenador do Comitê Nacional em Defesa do BNB, Robson Luiz Andrade Araújo.

A AFBNB tem articulado a realização de audiências públicas em casas legislativas, pautando o fortalecimento do Banco, a defesa do FNE e o engajamento da sociedade na defesa das instituições públicas e dos trabalhadores.

Veja a inserção da AFBNB em outras audiências sobre o Banco

AFBNB participa de Audiência Pública em Minas pela defesa do BNB e do Semiárido

Agenda em Brasília: AFBNB participa de reunião da Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Bancos Públicos

AFBNB participa de audiência pública em defesa do BNB em Recife e é convidada a integrar GT sobre fortalecimento do BNB

AFBNB participa de sessão solene em defesa do BNB em Salvador/BA

Fortalecimento do BNB: Audiência Pública discute relevância do Banco do Nordeste do Brasil

Veja Fotos da Audiência em Natal

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome