Brasil ocupa quarta posição no ranking de mortes relacionadas ao trabalho

316

Segundo os dados da Organização Internacional do Trabalho (OIT), o Brasil ocupa o quarto lugar no ranking mundial em relação à quantidade de mortes relacionadas com o trabalho. Os dados foram lembrados nesta terça-feira (28/04), Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes de Trabalho.

O Brasil registrou 4,7 milhões de acidentes de trabalho no período de 2012 a 2018, ficando atrás apenas da China, Estados Unidos e Rússia, segundo o Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho. Com isso, o gasto da Previdência com Benefícios Acidentários foi de R$ 82 bilhões. Só na Bahia, segundo dados da Previdência oficial, foram registrados 44.800 afastamentos e 272 mortes entre 2014 e 2018.

Os bancos, que correspondem a 1% dos empregos no Brasil, foram responsáveis por 5% do total de afastamentos por doença no país entre 2012 e 2017, de acordo com o Ministério Público do Trabalho (MPT). No entanto o desmonte da legislação trabalhista pode agravar ainda mais a situação dos bancário e demais trabalhadores.

Com a Medida Provisória (MP) 905, o governo Bolsonaro quis retirar os acidentes de trajeto ao trabalho da lista de acidentes de trabalho. Porém, a MP 905 perdeu a validade ao caducar no dia 20 de abril.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome