Desmonte dos bancos públicos na Câmara

246


Privatizar tudo o que puder para ceder à cobiça do grande capital, inclusive, o estrangeiro. É por isso que o governo Temer tem investido pesado no desmonte dos bancos públicos. A intenção é reduzir o papel social das estatais. 


Para discutir o assunto, a Comissão Geral da Câmara Federal realiza o debate “Os impactos da reestruturação dos Bancos Públicos na economia brasileira”, de autoria do deputado federal, Daniel Almeida (PcdoB-BA). A atividade acontece no dia 5 de dezembro, às 11h.


Fundamentais para o desenvolvimento econômico e social do país, os bancos públicos atuam como reguladores do mercado nas taxas e nos juros, além disso são mantenedores de diversos programas sociais em diversas áreas, a exemplo da agricultura. 


A realidade é preocupante. Agências têm sido fechadas, o quadro de funcionários cai a cada dia, sem contar com o risco de perda de comissões. O Sindicato dos Bancários da Bahia tem agido em diversas frentes para impedir os prejuízos impostos pelo governo.


Temer parece ter aprendido com Fernando Henrique Cardoso. À época que estava à frente do Brasil, de 1995 a 2003, o presidente abusou das privatizações. O tucano desestatizou muitas empresas como a Vale do Rio Doce, o Banespa e venda de ferrovias e rodovias. 

 


Source: SAIU NA IMPRENSA

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome