Empresas de planos de saúde querem fim do SUS

292

Quem utiliza os serviços do SUS (Sistema Único de Saúde) precisa ficar atento aos possíveis ataques. A Febraplan (Federação Brasileira de Planos de Saúde) apresentou projeto que aponta que até 2038 somente 50% da população terá acesso ao serviço de saúde pública.

Apesar de completar 30 anos em 2018 e ser de grande importância, o SUS é tratado como mercadoria e a postura é apoiada pelo governo. Aprovar a regra que congela os recursos públicos por 20 anos comprova que a intenção é acabar com o sistema. Pesquisa do SPC (Serviço de Proteção ao Crédito) mostra que 70% dos brasileiros dependem do SUS para ter atendimento médico.

Pela proposta da Febraplan, o sistema ainda seria privatizado. O projeto prejudica a parcela mais carente da sociedade que não tem condições de arcar com as altas despesas de saúde. Ainda tem mais, segundo a Federação, a outra parcela de usuários seria obrigada a contratar um plano privado ou pagar exames e consultas particulares, se precisar de atendimento médico. E quem não tem dinheiro vai ficar sem opção. Claro.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome