Fiocruz lança site que reúne materiais sobre cuidados com idosos na pandemia

11

Iniciativa é desenvolvida em parceria com a Universidade Federal do Tocantins

Ana Paula Evangelista e Lu Sudré

Ouça o áudio:

00:59
03:00
niciativa nasceu com o propósito de combater as fake news que enganam idosos em todo o país – Foto: ANPR

Com o isolamento, muitos encontraram dúvidas de como lidar e cuidar dos mais velhos

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) lançou recentemente o site Pessoa Idosa e Covid-19: Materiais sobre prevenção e cuidados.

O objetivo da plataforma online é disseminar, reunir e catalogar materiais sobre o cuidado do idoso durante a pandemia da covid-19, principalmente no ambiente domiciliar.

De forma didática, o portal concentra informações de diversas áreas relacionadas ao grupo mais atingido pelo novo coronavírus e é fruto de uma parceria entre o Grupo de Informação em Saúde e Envelhecimento da Fiocruz (Gise/Icict/Fiocruz) com a Universidade da Maturidade da Universidade Federal do Tocantins (UMA/UFT).

Parte do material foi coletado na internet enquanto a outra parte foi construída a partir da colaboração de profissionais e instituições da área da saúde de todas as regiões do país.

“Esse material é direcionado a um público muito diverso. Desde profissionais de saúde, gestores, cuidadores e o próprio idoso que quer conhecer as recomendações. Reunimos uma grande diversidade de materiais: cartilhas, guias, notas técnicas, vídeos, podcasts e relatos de experiências”, afirma Dalia Romero, pesquisadora da Fiocruz e coordenadora geral do projeto.

Segundo ela, ainda que a população idosa seja a principal vítima fatal do novo coronavírus, desde o início da pandemia é perceptível que a informação sobre o cuidado e prevenção voltada especificamente para este público é insuficiente.

Romero explica que os idosos são os maiores consumidores de notícias falsas e que, ao reunir materiais em diferentes formatos e com linguagem acessível, o site permite que informações confiáveis cheguem aos mais velhos.

O site disponibiliza, por exemplo, informações de como estimular a memória da pessoa idosa, dicas sobre tecnologia e entretenimento, e instruções para lidar com o luto durante a pandemia.

Informação para quem cuida

Outra prioridade do projeto, conforme sublinha a pesquisadora, é levar informações essenciais também para os cuidadores dos idosos. Devido ao isolamento social, muitos permaneceram em casa e se depararam com diversas dúvidas de como lidar com os familiares neste período.

“As pessoas podem encontrar no site, recomendações tanto para idosos que moram em domicílios, como idosos que moram em asilo. Encontra-se também material produzido por quase todos os estados do Brasil, sobre o distanciamento social, sobre como orientar pessoas com ansiedade, estresse e solidão. Como aproveitar o tempo, fazer exercícios físicos e tomar medidas de prevenção”, detalha a pesquisadora.

Além dos manuais e orientações gerais, o Pessoa Idosa e Covid-19 também concentra todos os posicionamentos oficiais sobre a pandemia.

Consequências fatais

Ainda de acordo com a pesquisadora Dalia Romero, ao passo que os governantes ignoram o envelhecimento da população, em comparação com outros países da América Latina, os idosos brasileiros morrem de forma prematura.

A falta de investimentos na rede pública de saúde e principalmente na atenção primária, é para ela, o que agrava a situação.

“Desde 2017, observamos na vida cotidiana dos municípios brasileiros como o desmonte está impactando a população idosa. A perda de equipes e agentes comunitários, das visitas, a ausência do médico de família em lares onde moram idosos, tem um efeito muito nefasto. Cerca de 80% da saúde do idoso depende de uma atenção adequada e primária”, explica Romero.

Ela afirma também que o site dialoga diretamente com o Sistema Único de Saúde (SUS) na medida que provê informação de qualidade para a população, mas também denuncia seu desmonte.

“O ideal é que desde o primeiro momento [da pandemia], o sistema de saúde fosse fortalecido e a atenção primária estivesse na rua, como aconteceu em muitos países que tiveram sucesso na sobrevivência de idosos em tempo de covid”.

Acesse o site pelo endereço: https://idososcovid19.fiocruz.br/.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome