Pressão retira da pauta projeto que ameaça bancários

22
A pressão das entidades representativas os bancários surtiu efeito e o Projeto de Lei 1043/2019, que autoriza a abertura de agências nos fins de semana, foi retirado de pauta da Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara dos Deputados. Um verdadeiro ataque ao descanso da categoria.

Segundo o relator, deputado Eli Corrêa Filho (União-SP), os bancos “ficam autorizados a abrir ao público suas agências e demais estabelecimentos” nos fins de semana. Ainda argumentou que é “fundamental que seja garantida a liberdade para que cada instituição”, em nome da “livre concorrência”, “opte ou não pelo funcionamento aos sábados e domingos, criando uma competição saudável e desejada”.

Também justificam que o projeto abriria mais vagas para bancários. Além de ser mentira, é uma enganação para ganhar a aprovação do povo, assim como foi a reforma trabalhista, que só aumentou o desemprego no Brasil e precarizou o trabalho com a semiescravidão.

O PL 1043 foi encomendada pelos bancos e os deputados inimigos dos trabalhadores. Os banqueiros tentam atacar o direito ao sábado e domingo livres dos bancários desde a reforma em 2017, mas o movimento sindical conseguiu combater.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome