Se ligue. Prova de vida não será mais presencial

28

Os aposentados e pensionistas do INSS não mais precisarão realizar a prova de vida presencial. O procedimento agora será feito de forma automática, por meio do cruzamento de informações de bases de dados públicas, federais, estaduais e municipais.

A medida atinge 36 milhões de pessoas que precisavam, uma vez por ano, ir aos bancos com o objetivo de impedir fraudes e garantir o pagamento. A portaria traz novas regras para a comprovação de que os beneficiários estão vivos, tornando a presença dispensável.

Com a decisão, a responsabilidade de fazer a prova de vida passa a ser do INSS. Todos os procedimentos como renovação de passaporte, tirar ou renovar carteira de identidade, votar, realizar transferência de imóvel ou de veículo, serão aceitos. A prova de vida presencial só será necessária, caso não seja encontrada nenhuma movimentação do cidadão ao longo do ano.

Embora as mudanças estejam em vigor, o INSS tem até 31 de dezembro para concluir a implementação. Até lá, o bloqueio de pagamento de benefícios por falta da comprovação de vida fica suspenso.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome