Sessão na AL-BA reforça luta em defesa do BNB

188
Alba 1 a0daf

Na manhã desta segunda-feira (29/04) foi realizada na Assembleia Legislativa da Bahia, uma Sessão Especial em defensa do Banco do Nordeste do Brasil BNB). A plenária, proposta pelo deputado Eduardo Sales (PP), teve a presença do vice-governador João Leão (PP) e reuniu deputados federais e estaduais, representantes de movimentos sindicais e de diversos seguimentos da economia baiana com um único objetivo: Fortalecer a agenda de lutas contra a privatização ou fusão do BNB com o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social).

Em um cenário onde a desigualdade entre o Nordeste e as outras regiões é grande e tende a aumentar, as ações do BNB direcionadas a micro e pequenos empreendedores, agricultura familiar e sustentabilidade alavancam os índices da região. “E mesmo com ações de cunho social, nos seus 66 anos de existência, o BNB nunca apresentou balanço negativo. Pelo contrário, o saldo é sempre positivo e ainda é o maior banco de desenvolvimento regional da América Latina”, afirmou o deputado Eduardo Sales.

O clima no Plenário foi de total convergência à causa. Da criação da instituição, narrada pelo presidente da Feebbase, Hermelino Neto, até a conjuntura atual detalhada pelo presidente do Sindicato dos Bancários da Bahia Augusto Vasconcelos, o sentimento predominante era mostrar que o Nordeste não aceita esta ação arbitrária e unilateral do Governo.

Neto 03262

“O BNB surgiu para atuar no chamado “Polígono da Seca”, assumindo a atribuição de prestar assistência à população desta região. Ao longo do tempo ampliou sua base de atuação, estimulando a atividade produtiva, gerando emprego e renda. Hoje é essencial para a economia das áreas em que atua e mudanças na sua forma de atuação gerariam prejuízos inestimáveis para o povo nordestino. Precisamos garantir a manutenção do BNB e também sua prevalência como gestor do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE)”, ressaltou Hermelino Neto.

Por fim, foi deliberado na sessão a elaboração da “Carta da Bahia” em repudio à privatização do BNB, que será assinada pelos parlamentares e entidades presentes, além da criação da Frente Parlamentar em Defesa das Instituições Públicas do Nordeste.

povo a9be9

Participaram da reunião os presidentes dos sindicatos dos bancários de Itabuna (Jorge Barbosa), Ilhéus (Rodrigo Cardoso), Camaçari (Ronaldo Nascimento); Waldenir Britto, Helmiton Souza, Luís Raimundo e Edson Ferreira, diretores dos sindicatos de Juazeiro, Feira de Santana, Jaobina e Irecê, respectivamente; o presidente da Federação das Indústrias da Bahia (FIEB) Ricardo Alban, Rita Josina, presidente da Associação dos Funcionários do Banco do Nordeste do Brasil, o deputado estadual Zó (PCdoB).

Por Rafael Santos

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome