Sindicato repudia comunicado do Banco do Nordeste diante gravidade da pandemia no país

74
O Banco do Nordeste, através da Superintendência de Desenvolvimento Humano, enviou aos seus funcionários comunicado orientando que a situação da Covid-19 nas agências, principalmente sobre falecimento em decorrência da doença, não deve ser divulgada para outras unidades, ficando restrita aos colegas de determinado local de trabalho.
“Condenamos a falta de transparência do Banco do Nordeste com seus funcionários diante do agravamento da pandemia da Covid-19. Essa postura só traz prejuízos para o necessário debate sobre a saúde da categoria”, critica a presidenta do Sindicato dos BancáriosdePernambuco, Suzi Rodrigues.
O banco alega que, considerando o atual momento da pandemia, está preocupado com a saúde mental dos seus funcionários.
Para o dirigente do Sindicato dos Bancários de Pernambuco e representante da Comissão Nacional do Banco do Nordeste (CNBNB), Rubens Nadiel, a orientação é uma censura velada, que desrespeita a memória dos bancários vítimas da pandemia.
“Repudio, veementemente, em nome do Sindicato dos Bancários de Pernambuco, essa tentativa de amordaçar nosso grito de indignação. Nenhuma morte será esquecida, muito menos dos nossos colegas, ativos ou aposentados. Não iremos nos calar diante desse insulto à nossa dignidade. Neste dia 31 de março, data que remonta o início da ditadura militar no Brasil em 1964, precisamos reforçar que nenhuma forma de censura ou opressão será aceita.”, destaca Rubens Nadiel.
Com esta atitude arbitrária, o Banco do Nordeste do Brasil se alinha à política do atual governo Federal, que tenta, de todas as formas, esconder o alarmante número de mortos e infectados pela Covid-19 no País.
“Não é escondendo a verdade que venceremos a pandemia. Uma boa transparência nas informações é fundamental para conscientização do corpo funcional. Em vez de esconder, o Banco do Nordeste deveria tomar medidas mais eficientes para garantir que mais colegas fiquem em casa”, comenta o secretário-Geral da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), Gustavo Tabatinga

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome