Sobral (CE): Audiência Pública discute a defesa dos Bancos Públicos e a importância do BNB

307



Na noite desta segunda-feira (20) a AFBNB participou de mais uma Audiência Pública no contexto de sua ação junto às casas legislativas para promover a defesa do BNB, dos Bancos e empresas públicas. Realizada na Câmara Municipal do Município de Sobral (CE) o encontro foi uma iniciativa da AFBNB em parceria com o representante de base da Associação  na agência do BNB, Luis Rodrigo Aires e requerida pelo Vereador Adauto Arruda


Pela AFBNB estiveram presentes a Diretora-Presidente Rita Josina, os diretores Dorisval de Lima e Assis Araújo, além de integrantes da Comissão dos Demitidos e assessoria da entidade. O evento ainda contou com representante do Sindicato dos Bancários de Sobral, Sindicato dos Bancários do Ceará, BNB (gerente Edmundo Soares) e Bradesco, além de funcionários do Banco da ativa e aposentados.


Em sua intervenção a Presidente Rita Josina explanou acerca do atual momento de ataque que vivenciam os entes públicos no atual governo. Segundo Rita, todos as investidas como  a precarização das relações de trabalho, a terceirização e as privatizações são mecanismos criados para a fragilização do próprio desenvolvimento e que tem relação direta com o trabalho das estatais, incluindo especialmente o BNB. “O Banco precisa ser preservado. Temos agências sendo fechadas, descomissionamentos, cortes de pessoal. É um verdadeiro massacre”, asseverou.


Rita também destacou os atuais projetos que a AFBNB tem acompanhado e que tem como alvo fragilizar as instituições e os Fundos Constitucionais (FNE, FNO e FCO) ressaltando o trabalho da entidade nos diversos fóruns que tem participado. Pontuou também a questão dos concursados para suprir as carências de pessoal no BNB e o retorno dos demitidos, temas que perpassam ingerências políticas dentro do próprio Banco. “Precisamos de um somatório de forças, contar com o parlamento, não podemos deixar de sonhar e de agir”, concluiu Rita.


Representante do Sindicato dos Bancários de Sobral, Richardson Nogueira, refletiu sobre a importância do BNB para a economia regional e para o próprio País, levando em consideração a gestão dos recursos humanos e o cuidado com as pessoas. O diretor pontuou ainda a crítica à implantação do chamado “auto-atendimento” e as consequências desse tipo de serviço em relação a um público que ainda não convive satisfatoriamente com a tecnologia.


Diretores da AFBNB também intervieram na reunião, Assis Araújo e Dorisval de Lima ressaltaram a atuação da AFBNB contra os projetos e as atuais políticas de estado mínimo que apontam para a “venda” do Estado brasileiro, caso do pré-sal, e companhias como Eletrobrás, Chesf e demais empresas públicas.


A AFBNB segue na sua linha para suscitar novas audiências públicas e espaços de discussão em que, a defesa do BNB, de seus recursos constitucionais e a valorização dos trabalhadores contra o desmonte do Estado e da soberania nacional, devem estar pautados. A luta continua e a mobilizações devem ser permanentes, pois só a luta muda a vida!


AFBNB ao lado dos trabalhadores!


Gestão Unidade e Luta


DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome