28 de agosto: um viva à categoria bancária!

149

Hoje se celebra o dia d@ bancári@! É dia de relembrar as conquistas históricas da categoria, refletir sobre novas formas de organização e reafirmar que, apenas com luta coletiva é possível a classe trabalhadora avançar em direitos.

A própria data, instituída em julho de 1964 pela Lei nº 4.368, resultou de um grande embate entre os trabalhadores e a classe patronal. A história conta que, anos antes, em 1951, o Sindicato de Bancários de São Paulo entrou em greve por um reajuste salarial de 40% e melhores condições de trabalho – pautas ainda vigentes hoje em dia. A greve se espalhou pelo País, mas aos poucos foi enfraquecendo, com outros sindicatos aceitando a proposta rebaixada que havia sido apresentada pelo Governo. Em São Paulo, entretanto, os trabalhadores seguiram resistindo e, após 69 dias de paralisação, conquistaram um reajuste de 31% no salário.

Os trabalhadores do BNB também já viveram greves históricas e conquistaram avanços, mas ainda têm muito pelo que se organizar e lutar. Bandeiras como isonomia de tratamento, transparência nos processos internos, revisão do Plano de Cargos e Remuneração, dignidade previdenciária e de saúde são alguns exemplos de pautas que devem não apenas preocupar a categoria, mas sobretudo impulsioná-la à ação transformadora, que começa na consciência de classe e se fortalece na coletividade e no engajamento às lutas diárias.

Hoje, assim como em todos os dias do ano, a AFBNB se coloca ao lado dos trabalhadores bancários e bancárias do BNB por valorização, respeito e reconhecimento!

Só a luta muda a vida!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome