AFBNB participa de audiência da ação que requer pagamento de 7ª e 8ª horas para GSO

207

O diretor de comunicação da AFBNB, Dorisval de Lima, representou a Associação na audiência virtual realizada na última sexta-feira (dia 25/8) para tratar do Processo nº 0000749-71.2023.5.22.0002, que visa o reconhecimento judicial do direito dos bancários no exercício da função de Gerente de Suporte Operacional e Recuperação de Crédito (GSO) ao enquadramento na jornada legal de seis horas, com o consequente pagamento das sétimas e oitavas horas trabalhadas como extras.

A Juíza do Tribunal Regional do Trabalho da 22ª Região autorizou a utilização dos depoimentos prestados na ação anterior, também ajuizada pela AFBNB com o mesmo objetivo e já em fase de cálculos, com êxito para a Associação. O próximo passo deverá ser a sentença.

Para Dorisval de Lima, as perspectivas são favoráveis aos trabalhadores. “Já existe sentença a nosso favor, em processo semelhante, confirmando que uma injustiça foi cometida e precisa ser reparada. Por isso, seguimos confiantes e dispostos a agir sempre que qualquer direito seja aviltado”, afirma.

Novo processo
Essa iniciativa contempla os associados da AFBNB não substituídos na primeira Ação (processo nº 0002185-41.2018.5.22.0002). Ou seja, beneficia os empregados que se associaram nos últimos 5 anos e não foram abrangidos pela primeira ação, ajuizada em 2018.
Acompanhe as ações judiciais ajuizadas pela AFBNB em https://www.afbnb.com.br/acoes-judiciais/

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome