AFBNB encaminha demandas da base ao Banco

575

Na tarde desta segunda-feira (13) a AFBNB encaminhou oficio ao Presidente do BNB e à Diretoria de Administração do Banco. O documento traz em seu bojo diversos assuntos pertinentes à base com demandas que chegam à Associação.

Os temas contidos no ofício deverão ser discutidos em reunião solicitada pela AFBNB, a ser confirmada para acontecer ao longo da semana.

Veja o documento na íntegra

Fortaleza, 13 de julho de 2020

Ao Senhor
Romildo Carneiro Rolim
Presidente
Banco do Nordeste do Brasil S.A.

Nesta

Assunto: Demandas das relações de trabalho e de aprimoramento da política de
Recursos Humanos

Senhor Presidente,

Um dos pilares da atuação da AFBNB é a defesa dos seus associados tanto ao que lhes diz respeito no tocante às relações de trabalho, quanto à luta pelo fortalecimento do BNB, sendo esta também uma prerrogativa fundamental que norteia as ações da Entidade.

Com este propósito, cumpre a representação das demandas que são provocadas
pelos associados, com vistas à superação de inconsistências e demais problemas que os afligem. E isto, não só por relato formal, mas sobretudo pelo diálogo e acompanhamento sistemático das condições de trabalho.

Nesta perspectiva, mais uma vez, em cumprimento dessa missão – representação da base – apresentamos alguns pontos, sobre os quais consideramos haver premência para o encaminhamento. São essas as demandas que apresentamos, as quais se somam ou ratificam outras já pautadas:

– PANDEMIA (COVID-19) – Cumprimento do protocolo nas unidades em que haja
incidência de casos. Há relatos de Unidades que continuam funcionando mesmo após a ocorrência. Nesta situação, a reivindicação é que seja realizado o exame também nos demais trabalhadores, de todos os segmentos.

– PID – Possibilidade de adesão de funcionários do considerado “grupo de maior risco”, mediante consulta, em eventual edição de uma política de desligamento de pessoal.

– QUADRO DE PESSOAL – Convocação dos aprovados no concurso/ reposição na
mesma proporção de desligamento/ prorrogação da validade do edital.

– TAXAS DE JUROS – Redução da taxa de juros, considerando menor incidência
quanto à SELIC, conforme adotado por outras instituições.
– CDC – Possibilidade de portabilidade de outra Instituição para o BNB, com vistas à redução do endividamento.

– DESPESAS DE DESLOCAMENTO – Ressarcimento de eventuais despesas efetuadas
com deslocamento por funcionários domiciliados em município que não seja o de localização da unidade de lotação, situação decorrente de medidas municipais – não circulação do meio de transporte – por conta da pandemia.

– FUNÇÃO EM COMISSÃO – Estabelecimento de uma política para efetivação nos casos em que funcionários desempenham função em caráter de substituição há algum tempo. Tal situação enseja danos eventuais, como por exemplo, ocorre agora na pandemia, em que por se encontrar no sistema de teletrabalho, o funcionário não conta com a investidura na função, e consequentes prejuízos financeiros.

– TELETRABALHO (Pandemia) – Superação de inconsistência no acesso dos sistemas do banco – Global Protect, configuração, e antivírus do Micro. Tais situações acarretam demora no atendimento das demandas, bem como pressão e ameaças por resultados e celeridade no cumprimento das atividades.

– RETORNO PÓS-LICENÇA – Estabelecimento de uma política para acolhimento a
funcionários quando do retorno de licença, sobretudo em decorrência de complicações na saúde; possibilidade normativa de que o retorno se dê a partir da unidade à qual o funcionário estava vinculado antes do afastamento, mediante acompanhamento do Ambiente de Gestão de Pessoas e/ou Superintendência, para fins da adequada realocação.

– HORA EXTRA – Cumprimento do estabelecido pelo TST no caso de hora – extra
ocorrida no sábado e domingo e feriados – 100% sobre a hora normal, haja vista o Banco considerar apenas 50% de forma genérica para todas as situações.

– ATESTADO MÉDICO/PROMOÇÕES – Flexibilização da regra do prazo máximo de 15
dias de licença médica por ano, dada a situação de excepcionalidade da pandemia, uma vez que, no caso do protocolo da Covid-19, após o início de qualquer sintoma, são 14 dias de isolamento, o que já abrange quase todo esse período. A solicitação é não sejam contabilizadas as licenças por Covid-19, de modo a não acarretar prejuízo ao funcionário quanto à promoção anual.

– INSS/VÍNCULO DE EMPREGO – Manutenção do vínculo de emprego com o BNB para
os funcionários que, mesmo já sendo elegíveis anteriormente à nova legislação, não concretizaram o benefício junto ao INSS, haja vista o direito adquirido ter sido gerado quando da última contribuição que ocasionou a elegibilidade.

– RESTAURANTES DO PASSARÉ – Melhoria nos serviços, haja vista a prevaricação da qualidade da refeição e elevação dos preços após a mudança de administração.

Sem mais para o momento, reiteramos disposição para tratar desses e demais
assuntos pertinentes aos funcionários do BNB e ao próprio Banco.

Cordialmente,

Rita Josina Feitosa da Silva
Diretora-presidente
Associação dos Funcionários do BNB (AFBNB)

Cc para Diretoria de Administração

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome