AFBNB solicita ao Banco padronização de procedimentos no enfrentamento à COVID-19

347

Nesta quinta-feira (14), a AFBNB encaminhou novo ofício ao presidente do Banco do Nordeste do Brasil, alertando para a necessidade de uniformização de procedimentos no Banco e de atitudes concretas e preventivas para os trabalhadores mais vulneráveis – com mais de 60 anos ou com comorbidades.

Confira o teor do ofício na íntegra abaixo:

Prezado Presidente,

A Associação dos Funcionários do BNB (AFBNB) tem se dirigido ao Banco sistematicamente para apresentar demandas dos seus associados desde o início da crise decorrente da pandemia do Coronavírus (Covid-19) conforme decretado pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Assim tem procedido, de forma presencial e por meio de documentos, no sentido de fazer proposições tanto sob os diversos aspectos que dizem respeito aos trabalhadores e à própria instituição (relações e condições de trabalho, medidas protetivas e preventivas), além de outros aspectos em defesa da classe e pelo fortalecimento da ação do BNB.

Não obstante os procedimentos que já vêm sendo adotados, muitos dos quais estabelecidos como resultado dessa interlocução, consideramos prudente, por isso mesmo necessário, formular o presente documento com um conjunto de elementos com vista à uniformização de procedimentos no Banco quanto à questão, considerando os relatos dos trabalhadores em diversas unidades.

Assim, mesmo considerando que muitas das proposições já estejam  contempladas nas medidas adotadas, pedimos vênia para expor, uma vez que o intuito é que seja estabelecido um tipo de protocolo neste sentido, diante das ocorrências nesse período, bem como da realidade com a incidência de casos diagnosticados em funcionários que se encontram no ambiente de trabalho:

1. Estabelecimento das medidas recomendáveis pela Organização Mundial da Saúde (OMS) quanto à proteção aos trabalhadores, observando os grupos considerados de maior risco, como a idade superior a 60 anos, comorbidade, problemas pré-existentes na saúde etc.;

2. Adoção de medidas que forem de competência interna ao Banco no sentido de reduzir aglomeração, tanto direcionado aos funcionários, quanto aos clientes, a exemplo do teletrabalho e da flexibilização de horário de expediente, de modo a manter o menor número possível de funcionário no ambiente de trabalho no mesmo período;

3. Permanência dos funcionários que se encontram em teletrabalho nesta condição até que a situação de pandemia seja considerada fora de risco pelas autoridades da área;

4. Realização dos serviços de desinfecção nas unidades em que haja casos de Covid-19, com o imediato afastamento dos funcionários e a consequente aplicação do exame para aferição de possíveis incidências, considerando para tanto, o conjunto dos trabalhadores da unidade (funcionários do banco, terceirizados, vigilantes etc.);

5. Aplicação dos serviços de testagem para todos os funcionários que se encontram na linha de frente dos serviços do Banco, nas unidades de trabalho, no sentido de se ter diagnóstico precoce, evitando maior contaminação, bem como o agravamento de eventuais situações;

6. Adoção dos procedimentos para fins de inclusão dos casos ocorridos com funcionários que se encontram no ambiente do Banco como “acidente de trabalho”, haja vista a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que tipifica a Covid-19 como doença ocupacional;

7. Acompanhamento psicossocial aos trabalhadores em cujas unidades haja casos de Covid-19 no sentido de apoiar o funcionamento dos protocolos e procedimentos e trabalhar os aspectos emocionais e comportamentais que impactam o bom clima organizacional.

Para a AFBNB, assim como para o conjunto dos trabalhadores, a prevenção é uma estratégica essencial diante da delicada situação. Assim, a Associação formula e apresenta este documento no entendimento de que assim está consolidando direcionamentos diante da sistematização das preocupações dos funcionários do Banco, em agregação ao que já está em andamento, sempre no sentido de juntos vencermos a pandemia e os desafios no cumprimento da missão do BNB.
Cordialmente,

Rita Josina Feitosa da Silva

Diretora-presidente

Relembre abaixo matérias sobre o assunto:

AFBNB apresenta demandas ao presidente do Banco

AFBNB encaminha ofício à CAPEF

AFBNB solicita fechamento de agências bancárias a autoridades

Combate ao corona vírus, em defesa da vida: prevenção integral deve ser prioridade!

COVID-19: AFBNB encaminha ofício sobre medidas a serem tomadas em meio à crise e externa preocupação sobre caso em São Luis (MA)

AFBNB segue atuante em tempos de combate à Pandemia

AFBNB envia ofício ao Banco com questões sobre a pandemia e a situação financeira dos funcionários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome