Agenda Positiva: BNB assume compromisso em atender demandas dos trabalhadores

233


A AFBNB esteve reunida na última sexta-feira (dia 17) com a presidência do BNB para apresentar as deliberações da 47ª Reunião do Conselho de Representantes, bem como outras demandas dos trabalhadores.  Pela Associação participaram diretores e conselheiros que estavam em Fortaleza reunidos no pleno da Diretoria e, pelo Banco, o presidente Nelson Antônio de Sousa, o diretor de Desenvolvimento Sustentável, Francisco Soares, e os superintendentes Marcos Marinelli e Fran Bezerra, da área de Recursos Humanos e do Escritório Técnicos de Estudos Econômicos do Nordeste (ETENE), respectivamente.


Além de assuntos institucionais – quando a AFBNB enfatizou a agenda institucional em defesa do Banco, da região  e a necessidade de apoio por parte da instituição quando das ações encampadas pela Associação – os dirigentes abordaram questões das relações de trabalho, que têm impactado a vida dos funcionários, como assédio moral, isonomia, concorrência, Plano de Cargos e Remuneração, dentre outras.


Nesse sentido, A Associação formalizou a solicitação de liberação dos Representantes da AFBNB e a participação do BNB na 48ª RCR que será realizada em agosto próximo, em Brasília, e de cuja programação constará o Seminário “Nordeste, sem ele não há solução para o Brasil”, no auditório Nereu Ramos, no Congresso Nacional. O presidente confirmou sua participação no evento e também garantiu a liberação dos representantes, na forma do que já foi encaminhado anteriormente com a diretoria administrativa. Enfatizou, ainda, o importante papel que a AFBNB tem feito em prol do Banco e da região.


Confira abaixo ouros pontos discutidos:


– Bloqueio da comunicação da AFBNB – Mais uma vez a Associação cobrou o desbloqueio das mensagens enviadas pela AFBNB aos emails institucionais dos trabalhadores do Banco. O fato já foi inclusive denunciado ao Ministério Público do Trabalho. O presidente assumiu o compromisso de discutir o assunto com a diretoria do Banco.


– Assédio moral e ações temeráriasForam abordados alguns relatos de conhecimento da Associação, com o posicionamento crítico da entidade de que tal postura não condiz com uma instituição de desenvolvimento, independente dos resultados alcançados, muito menos quando esses resultados – fruto do trabalho e dedicação dos funcionários – são motivos de comemoração. A Administração do Banco que esse esse não é um direcionamento e que não tem o aval da diretoria. 


– Isonomia – A diretoria AFBNB acompanha o PL da Isonomia, o que não impede que continue buscando resolução administrativa para garantir os mesmos benefícios, entre eles a licença-prêmio para todos os funcionários, independente do tempo de ingresso na instituição. Os representantes do Banco afirmaram que se trata de resolução do Governo Federal e que administrativamente não teriam como encaminhar. Diante disso, a diretoria cobrou que não haja limite de tempo para quem já tem o benefício, devendo ser extensivo após os 30 anos de trabalho no Banco.


A AFBNB cobrou também a reversão de casos que têm ocorrido de caducidade de licenças-prêmio/folgas não utilizadas em razão de impossibilidades decorrentes da própria sistemática diária de trabalho. O Banco ficou de analisar essas demandas.


– Concorrência interna – A AFBNB reforçou a necessidade de revisão dos critérios de concorrência (veja matéria sobre esse assunto – https://www.afbnb.com.br/noticias_detalhes.php?cod_noticia=13177&cod_secao=1) e questionou a não-efetivação de funcionários que desempenham há anos a mesma função. Os gestores do Banco comprometeram-se em analisar com atenção.


– Agentes de desenvolvimento – Diante da cobrança para que o assunto seja tratado com a atenção e prioridade que merece em uma instituição cujo foco é o desenvolvimento, o Banco informou que a discussão não está fechada internamente e que esse ponto será debatido posteriormente.


– Representante de Funcionários no Conselho de Administração do Banco – A AFBNB pediu informações sobre o pleito. Segundo o Banco, o processo foi aberto, já tendo sido indicado o representante do BNB para compor a comissão que coordenará os trabalhos/eleições etc, e que está aguardando a indicação do representante das entidades dos trabalhadores.


– Plano de Cargos e Remuneração – Diante da complexidade do assunto, a direção do Banco comprometeu-se em agendar uma reunião específica para tratar do assunto.


Ouros pontos abordados na reunião foram a convocação dos concursados,  tendo sido informado que a está sendo feita de acordo com o previsto no concurso, e que, em breve, será divulgado o edital para concurso de nível superior;  a reintegração dos demitidos, onde o Banco afirmou que a decisão é cabível Departamento de Coordenação e Controle das Empresas Estatais (DEST), garantindo, no entanto, que o debate será feito. Outra questão pontual tratada foi a cobrança pelo abono do dia parado dos funcionários em 2013. O presidente Nelson garantiu que o dia comandado como falta será abonado.


Para a AFBNB, as questões funcionais e as demandas que têm chegado são encaminhadas e acompanhadas sistematicamente no bojo da sua missão de defesa e valorização dos trabalhadores. Neste sentido, seguirá pautando tais demandas e ratificará o pedido de reunião para tratar dos pontos que ficaram pendentes ou seguiram para análise do Banco.


Pelo fortalecimento do Banco e pela valorização dos trabalhadores!


Gestão Autonomia e Luta


 


Source: Notícias – 600

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome