Assédio moral adoece os trabalhadores

264

 

O assédio moral é um problema constante nos ambientes de trabalho e no sistema financeiro não é diferente. Nos bancos, a realidade é de cobrança para bater metas e vender produtos, rotina que adoece o bancário.

Dados da pesquisa da agência de empregos Vagas.com são alarmantes e mostram que a denúncia é essencial. Do total de entrevistados, 52% disseram ter sofrido algum tipo de assédio. Em 84% dos casos, o ato foi praticado pelos chefes ou por alguém com cargo maior.

O estudo revela ainda que 87,5% das pessoas não denunciam por medo de sofrer represálias, inclusive ser desligado. Dos que disseram denunciar, 74,6% afirmam que os agressores continuam na empresa.

Tem mais, quem não bate a meta é hostilizado. Diariamente, os funcionários são obrigados a correr atrás de resultados imediatos. Gritos, humilhações e constrangimentos são comuns. Tudo isso tranforma o local de trabalho em um ambiente adoecedor.

 

Por isso, o Sindicato dos Bancários da Bahia atua intensivamente no combate ao assédio moral e está preparado para atender os empregados que sofrem com a prática.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome