Associação apresenta demandas à Superintendência do BNB no Ceará

220



A diretora-presidente da AFBNB e o diretor de Organização e Finanças, Rita Josina e Francisco de Assis Araújo, respectivamente, estiveram reunidos ontem (dia 4) com o Superintendente Estadual do BNB no Ceará, Jorge Antonio Bagdeve de Oliveira.


A AFBNB buscou interlocução para tratar de problemáticas que chegam cotidianamente à entidade, desde questões pontuais – como descomissionamentos e a situação de endividamento dos funcionários que é agravada pela falta de uma política voltada para o assunto – até a situação das agências, tanto das que passam pela reestruturação como de outras que enfrentam problemas sérios de longas datas.


Os dirigentes destacaram o importante papel que as agências desempenham e o compromisso dos trabalhadores que se dedicam e procuram fazer o melhor mesmo diante das adversidades, defendendo mais uma vez que eles não podem ser prejudicados ou penalizados nos casos de medidas administrativas como as recentes, decorrentes da reestruturação.


Tampouco funcionários e clientes devem arcar com o descaso que recai sobre a estrutura de muitas agências, sobretudo longe dos grandes centros, que apresentam problemas que vão de espaço físico a sistemas incompatíveis com a demanda, passando pela carência de pessoal – fato constatado in loco pela AFBNB nas visitas que faz periodicamente à base.  


As questões tratadas na reunião não se restringem ao estado do Ceará, mas se assemelham a outras por toda a área de atuação do Banco, levando a AFBNB a buscar interlocução com os outros Estados e com a Direção Geral. Exemplo recente foi  a solicitação de suspensão dos atos administrativos decorrentes da reestruturação (relembre aqui)


Para a Associação, ao socializar as demandas e cobrar soluções concretas se está prestando um serviço ao Banco, afinal, o maior patrimônio de uma instituição são as pessoas. “O BNB é um banco de desenvolvimento!  Esse diferencial deve ser sentido em todas as ações e relações mediadas pela instituição, na oferta de crédito aos clientes, com o público externo, mas também na relação que se estabelece internamente, em sua política de recursos humanos”, defende a diretora-presidente Rita Josina.


Pelo fortalecimento do BNB.


A AFBNB ao lado dos trabalhadores.


DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome