Bancários na luta pelo emprego e pelo Fora Bolsonaro!

15

I Encontro Estadual dos Bancários 2021 ocorreu no sábado (30/01), na sede recreativa, no Turu.

 

O I Encontro Estadual dos Bancários 2021 foi realizado no sábado (30/01), remotamente, via Youtube e Facebook, e, presencialmente, na sede recreativa do SEEB-MA, no Turu, em São Luís.

Durante a manhã, os professores Guilherme Fonseca (ILAESE) e Rejane Oliveira (CSP-Conlutas) palestraram sobre conjuntura político-econômica, pandemia, tecnologia, desmonte dos bancos públicos, reestruturação do Banco do Brasil e a necessidade da classe trabalhadora lutar pelo impeachment do Presidente Bolsonaro, a fim de salvar o Brasil desse Governo neoliberal, de extrema direita, negacionista e fascista, que além de retirar direitos dos trabalhadores, alavancar o desemprego e não medir esforços para entregar o patrimônio nacional ao capital estrangeiro, negligenciou a pandemia, negou a ciência e dificultou a vacinação da população, sendo responsável pela morte de milhares de brasileiros pela Covid-19 no país.

Já no turno da tarde, a doutoranda em Psicologia Social e do Trabalho pela UNB, Solange Silva, divulgou os resultados do “Projeto Escuta Clínica do Bancário”, uma importante pesquisa feita em parceria com o SEEB-MA, com o objetivo de auxiliar o Sindicato a elaborar estratégias para melhorar a saúde física e psicológica dos bancários do Maranhão.

Em seguida, a categoria, reunida em Assembleia Geral, aprovou, por ampla maioria, a prestação de contas do SEEB-MA referente ao exercício de 2020. Após a Assembleia e a posse dos novos delegados sindicais, os bancários maranhenses definiram as estratégias e as bandeiras de luta para 2021.

“A principal resolução do Encontro Estadual foi a aprovação de uma campanha prioritária em defesa do emprego, dos bancos públicos e das estatais. Para isso, é necessário combater o Governo Bolsonaro e lutar pelo impeachment imediato desse Presidente, que é inimigo da classe trabalhadora e tem atuado contra a saúde pública na pandemia. Vale ressaltar que essa campanha buscará apoio de outras categorias e de outros setores da sociedade civil, devendo ocupar as redes sociais e as ruas de todas as cidades do Maranhão, para garantir a defesa do emprego, visto que os bancos privados têm demitido de maneira desenfreada, além da defesa dos bancos públicos, que são fundamentais para o desenvolvimento econômico e social do Brasil. Pelo não fechamento de agências; por mais contratações; mais bancários; mais concursos públicos e, sobretudo, pelo FORA BOLSONARO: vamos à luta!” – afirmou o preside do SEEB-MA, Eloy Natan.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome