Bancos preparam ações criminais contra Lemann, Telles e Sicupira e reduzem crédito de outras empresas do trio caloteiro

114

Os grandes bancos do País estão preparando ações criminais contra os bilionários Jorge Paulo Lemann, Beto Sicupira e Marcel Telles, que estão protagonizando um calote de R$ 43 bilhões no mercado financeiro, após fraude sistêmica nas Americanas.

“Os credores preparam novas ações contra a varejista e seus acionistas de referência – Jorge Paulo Lemann, Marcel Telles e Carlos Alberto Sicupira. Uma redução nos limites de crédito para outras empresas investidas pelo trio também começa a ser colocada em prática”, aponta reportagem do Valor. “As relações entre a companhia e as instituições financeiras, que já estavam muito ruins, ficaram ainda mais estremecidas depois da carta divulgada pelo trio na noite de domingo. Os bancos preparam dossiês para comprovar o que estão convictos de que foi fraude e planejam ações criminais contra os acionistas”, acrescenta a reportagem.

“Após a publicação da carta do trio, os bancos começam a reduzir os limites de crédito de empresas nas quais os três empresários têm participação como Ambev, Kraft Heinz e Burger King. Linhas que estão em uso pelas companhias, inclusive pela Americanas, serão mantidas, mas a ideia é que não sejam renovadas quando vencerem. Ao mesmo tempo, os limites disponíveis para as empresas estão sendo reduzidos, segundo executivos graduados do setor”, escrevem os jornalistas.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome