BB fecha 217 unidades em dois meses

285


O desmonte do Banco do Brasil segue a passos largos. Em apenas dois meses, foram fechadas 217 agências das 402 previstas para encerrar as atividades no país. O prazo final é março. A redução da estrutura de atendimento ao cliente é parte da reestruturação da empresa. 



O BB também cortou o quadro de pessoal e quase 10 mil funcionários deixaram o banco. A plano de desmonte do governo Temer prevê ainda a transformação de 379 agências em postos de atendimento e a extinção de 31 superintendências regionais.



As mudanças não agradaram a população. São muitas as queixas. A correntista Rizia Pacheco é uma das milhares de pessoas insatisfeitas. “Com o fechamento da agência do Costa Azul, tenho de me deslocar quilômetros de carro. Isso em uma cidade sem mobilidade urbana”.



Por mais que a direção da empresa justifique o aumento de unidades digitais, que hoje atendem 1,3 milhão de clientes, a agência física é fundamental, argumenta outro correntista Danilo Correia. “Apesar de ter o app do banco, não consigo fazer todas as operações. Preciso do atendimento humanizado”.



A reestruturação, feita às pressas, causa transtornos ainda aos funcionários. Muitos perderam a função e tiveram os salários achatados da noite para o dia e agora têm de se virar para pagar as contas e manter a família. A sobrecarga também aumentou significativamente e atendimento está comprometido. É o caos. 


Source: SAIU NA IMPRENSA – 600

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome