BNB assina convênio para facilitar acesso à autogeração de energia solar

18

Linha FNE Sol Pessoa Física está disponibilizando R$ 145 milhões, em 2022, para financiar projetos residenciais


Paineis solares da Renovigi Energia Solar. Foto: Divulgação.

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

O Banco do Nordeste e a empresa Neoenergia assinaram, nesta quinta-feira, 10, acordo visando impulsionar o acesso de pessoas físicas ao financiamento para instalação de kits de geração de energia solar em residências.

A assinatura ocorreu em evento com a participação do presidente do banco, José Gomes da Costa, e pelo CEO da Neoenergia, Leonardo Pimenta Gadelha, e do diretor de negócios da Neoenergia, Hugo Nunes.

Pelo acordo, a fornecedora de sistemas fotovoltaicos poderá indicar os clientes pessoas físicas e assessorá-los para, por seu livre critério, obter financiamento diretamente com Banco do Nordeste.

A intenção do banco é facilitar o acesso ao apoio técnico especializado gerando maior comodidade para cliente, bem como, atendendo a legislação de micro e minigeração distribuída de energia (Resolução ANEEL nº 482, de 17 de abril de 2012).

Para avaliação do crédito é considerada a localização do imóvel, que precisa estar dentro da área de atuação do BNB (estados do Nordeste e parte de Minas Gerais e Espírito Santo). Após instalado, o sistema poderá abastecer até dois imóveis que estejam registrados no nome do titular da operação.

Esse é o primeiro acordo firmado pelo Banco que visa estimular a geração de energia limpa. Para o presidente do BNB, José Gomes da Costa, a autogeração é uma tendência mundial. “Como banco de desenvolvimento, o BNB tem também uma preocupação com as pautas sociais e ambientais. E o incentivo à energia renovável é fundamental para o desenvolvimento econômico e social da região”, afirma. Segundo dados da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), os nove estados nordestinos respondem por menos de 20% da capacidade instalada do País, demonstrando, assim, o grande potencial a ser explorado na região.

Recursos disponíveis
A linha utilizada para financiar a autogeração é a FNE Sol Pessoal Física, que prevê, para 2022, o investimento de R$ 145 milhões. O financiamento é auto-amortizável, ou seja, o valor da prestação é similar ao valor atualmente pago pelo cliente na conta de energia. O prazo da operação pode chegar a 96 meses, já incluída a carência de até seis meses e a solicitação de crédito pode ser feita on-line na página do Banco do Nordeste. Segundo cálculos do BNB, o retorno do investimento é alcançado no prazo médio de 48 meses.

Em dois anos, o FNE Sol Pessoa Física já beneficiou mais de 10 mil famílias e evitou a emissão de cerca de 65.000t/ano de CO2 na atmosfera. A performance da linha resultou no Prêmio especial Alide Verde 2021, que reconhece as iniciativas que promovem em seus clientes a adoção de práticas que minimizem ou erradiquem os riscos ambientais ou que fomentem o desenvolvimento sustentável. Além disso, gerou mais de R$ 75 milhões em tributos e contribuiu para geração ou manutenção de 2 mil empregos indiretos.

A Neoenergia é uma empresa que atua nos segmentos de geração, transmissão, distribuição e comercialização de energia. Com 15,6 milhões de clientes e capacidade instalada de geração de 4 gigawatts de energia elétrica, sendo 88% renovável. Pelo acordo, a empresa precisa fazer o projeto simplificado de viabilidade com dimensionamento do sistema, em que conste o valor da redução mensal esperada na conta de energia do cliente e o tempo de retorno do investimento, o orçamento do kit de instalação do sistema e o parecer de acesso, que é o documento formal obrigatório apresentado pela concessionária local de energia elétrica.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome