BNB fecha 1º trimestre com alta de 17% em contratações

12

Dos R$ 8,7 bilhões aplicados em financiamentos, R$ 1,2 bilhão foi no Ceará, o que representa 13,7% dos recursos.

Autor Irna Cavalcante

Irna CavalcanteRepórter no OPOVO

O Banco do Nordeste (BNB) movimentou mais de R$ 8,7 bilhões em crédito no primeiro trimestre deste ano. Alta de 17% no volume de contratações, conforme dados divulgados nesta quarta-feira, 4. Deste montante, R$ 1,2 bilhão foi aplicado no Ceará, o que representa 13,7% dos recursos.

No Estado, o segmento que apresentou maior crescimento foi o de micro e pequena empresa (MPE), que registrou aumento de 80% no valor emprestado, totalizando R$ 150 milhões no período.

Considerando toda a área de atuação do banco – os noves estados nordestinos e parte do Espírito Santo e de Minas Gerais -, as MPEs também se destacam. Foram R 866 milhões aplicados em novas operações de crédito. Alta de 42%em relação a igual período do ano passado.

“As micro e pequenas empresas são as que mais empregam no Brasil e por isso estão no foco de nossa atuação. Então, ao disponibilizar crédito estamos ajudando na geração de emprego e, por sua vez, fazendo com que mais recursos circulem na economia”, afirma o presidente do BNB, José Gomes da Costa.

 

Ele reforça que outro segmento com grande crescimento foi o rural, que inclui os pequenos produtores. Somente o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) contratou R$ 1,13 bilhão. Alta de 30% em relação ao exercício anterior.

O Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), principal fonte de recursos do BNB, fechou o trimestre com aplicação de R 5,8 bilhões. Na comparação com o primeiro trimestre de 2021, houve alta de 43% no valor aplicado este ano. De todos os recursos liberados pelo banco no primeiro trimestre, 66% foram oriundos do FNE.

Leia mais em: https://www.opovo.com.br/noticias/economia/2022/05/04/bnb-fecha-1-trimestre-com-alta-de-17-em-contratacoes.html

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome