Caixa Econômica Federal: Sindicato conquista na Justiça o não desconto do dia parado durante a greve geral

279





O Sindicato dos Bancários do Ceará, através do seu departamento jurídico, conquistou na Justiça uma importante vitória para os empregados da Caixa Econômica Federal. Na terça-feira, 9/5, uma decisão da 2ª Vara do Trabalho de Fortaleza proibiu o banco de descontar ausência relativa à greve geral do dia 28 de abril.


De acordo com a decisão, tomando como base o acordo específico dos empregados da Caixa aditivo à Convenção Coletiva de Trabalho dos Bancários, o banco deve se abster de qualquer desconto relativo à ausência decorrente de paralisação, cabendo tão somente a compensação em jornada suplementar, desde que não superior a duas horas diárias, tal como se procedeu com relação às ausências na campanha salarial.


“A decisão garante o direito de greve, garante o livre exercício da greve e dos direitos que estão sendo reivindicados dentro da greve geral que foi deflagrada no dia 28 de abril. É uma vitória e um grande precedente para resguardar esse importante instrumento de luta da classe trabalhadora”, avalia o assessor jurídico do Sindicato dos Bancários, Anatole Nogueira.


A greve paralisou agências no Interior e na Capital alcançando um número de 115 mil bancários em todo o País e 2 mil em nosso Estado, de forma vitoriosa e espontânea. Antes da paralisação, o Sindicato tomou todas as medidas para garantir o direito de greve, legítimo, da categoria. Foi realizada assembleia no dia 19 de abril, publicado aviso de greve na Tribuna Bancária e em jornais de grande circulação, além de realizadas reuniões por locais de trabalho para mobilizar os bancários e esclarecer a população.


“Os bancários do Ceará aderiram massivamente à greve geral do dia 28 porque entendem as ameaças que os trabalhadores estão sofrendo atualmente em nosso país. Essa é uma importante vitória para os empregados da Caixa, principalmente, diante do cenário político que estamos enfrentando, com retirada de direitos e a tentativa de enfraquecimento do banco. Esse é um reconhecimento da Justiça de que podemos continuar lutando em defesa dos nossos direitos historicamente conquistados e destacamos que seguiremos firmes nessa luta”, ressaltou o diretor do Sindicato e empregado da Caixa, Marcos Saraiva.


Confira abaixo a decisão:



Fonte: SEEB/CE

Última atualização: 10/05/2017 às 14:39:31


 


Source: SAIU NA IMPRENSA – 500

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome