Início Saiu na Imprensa Com ação movida pela AEBA, justiça do Maranhão determina que Banco abstenha-se...

Com ação movida pela AEBA, justiça do Maranhão determina que Banco abstenha-se de fechar agências no estado

39

Ação judicial movida pela AEBA, com o apoio vigoroso do SEEB-MA, através da assessoria jurídica do deputado estadual no maranhão, Roberto Costa, suspende fechamento das agências de Bacabal, Santa Inês e Pinheiros, até o julgamento do mérito da ação.

Essa notícia chega como um afago para a sociedade e trabalhadores do Banco da Amazônia que têm sido incansáveis na luta contra o fechamento e vivido dias de angústia e incerteza com a determinação de encerramento das atividades que estava marcado para hoje, 16 de junho.

De forma arbitrária, o Banco anunciou oficialmente que encerraria as atividades de agências que são essenciais para a população maranhense e para o desenvolvimento econômico-social do estado, sem qualquer diálogo com a população e com seus empregados.

A diretoria do Banco da Amazônia tem os instrumentos para fazer as agências funcionarem plenamente e darem resultado, mas, o que se vê, é a negligência na aplicação desses investimentos para enfraquecer sua atuação e, com isso, tentar justificar sua decisão pelo encerramento das atividades.

Todos contra o fechamento das agências

Autoridades políticas e vários setores da sociedade civil, órgãos e entidades, como o SEBRAE, a OAB, a Câmara de Dirigentes Lojistas e as Câmaras Municipais de Pinheiro e Santa Inês reprovam o encerramento das atividades do BASA nas respectivas cidades.

“A política de reestruturação do Governo Federal está clara, quer enfraquecer os bancos públicos para privatizá-los, beneficiando, assim, os banqueiros da rede privada, que só pensam no lucro e não no investimento social, nos pequenos agricultores, na população mais carente”. Afirmou o presidente do SEEB-MA, Eloy Natan.

Agora essa luta é na justiça!

A decisão é em caráter liminar, cabendo recurso ao Banco, mas a AEBA e o SEEB-MA continuarão na luta e vigilantes, usando de todos os artifícios legais em defesa do Banco da Amazônia e dos seus empregados.

Todos contra a tentativa de desmonte do Banco da Amazônia!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome