Congresso dos Funcionários do BNB será em maio, no Ceará

316


A Comissão Nacional dos Funcionários do BNB, sob a coordenação da Confederação Nacional dos Trabalhadores no Ramo Financeiro (Contraf-CUT), decidiu em reunião no último dia 22/3, no Recife, realizar o 24º Congresso Nacional dos Funcionários do Banco do Nordeste do Brasil S.A no entorno de Fortaleza, nos dias 18 e 19 de maio.


O evento obedece a calendário e metodologia definidos pelo Comando Nacional dos Bancários. Dessa forma, pela primeira vez, todos os debates serão feitos em plenária que já discutirá direto as propostas de inclusão, exclusão e alteração da minuta do ano passado, aprovadas nos encontros estaduais de bancários do BNB promovidos por cada Sindicato.


“Até chegar ao dia do Congresso, toda uma agenda de preparação estará sendo cumprida dentro da Campanha Salarial dos Bancários que, ao contrário do que muitos pensam, não começa com a greve, mas meses antes e envolve todo um trabalho político e organizativo com alto custo financeiro”, declara Tomaz de Aquino, coordenador da Comissão Nacional dos Funcionários do BNB (CNFBNB).


CALENDÁRIO – Na reunião foi aprovado o seguinte calendário de atividades necessárias à realização do Congresso:- assembleias ou encontros para eleição de delegados terão que ser realizados no período de 13 de abril a 6 de maio; – envio de teses e propostas para a comissão organizadora do Congresso – até 7 de maio; – inscrição de delegado(a)s eleitos nos encontros ou assembleias – até 7 de maio; reunião da Comissão Nacional para conferir todo o processo de preparação e acertar, política e administrativamente, a condução do Congresso – dia 17 de Maio.


A eleição de delegado(a)s obedecerá o mesmo critério de 1 por cada 50 funcionários na base. Os delegados natos serão 1 para cada entidade que compõe a Comissão Nacional dos Funcionários do BNB e todos têm que ser funcionários do Banco.  “A expectativa é de um Congresso com cerca de 120 participantes”, afirma Tomaz de Aquino.


Participaram da reunião, representantes da Contraf, Fetrafi/NE, Federação Bahia/Sergipe e dos Sindicatos de Bancários de Alagoas, Bahia, Ceará, Pernambuco e Piauí.


“Momento especial do Congresso será dedicado a encaminhar, via acordo coletivo de trabalho, soluções para problemas gerados pela nova lei trabalhista aprovada sob a égide do ilegítimo Governo Temer. Pois como agora o acordado vale mais que o legislado, nossa organização e mobilização serão fundamentais para garantir um ACT que, além de preservar os nossos direitos, possibilite novas conquistas. Será um grande desafio para todos nós, trabalhadores”
Tomaz de Aquino, diretor do Sindicato e coordenador da CNFBNB


DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome