Eleição para representante da AFBNB: Estabelecimento da verdade

228


Foi com surpresa e indignação que a AFBNB recebeu na manhã desta sexta-feira (8/5) mensagens eletrônicas dos associados Rubem Nadiel e Ricardo Vaz, candidatos a representante da entidade na eleição suplementar, a ocorrer no próximo dia 14 de maio, com acusações ao Diretor da Associação, Edilson Rodrigues (Mamão). Ambos apontam um suposto esforço do Diretor da AFBNB, em conseguir candidatos na tentativa de excluí-los do processo.


Diante da gravidade da situação, consideramos necessário vir a público para fazer o registro da verdade.


– Houve, realmente, um esforço – não só do diretor Edilson, mas de toda a diretoria – no sentido de estimular a participação e a inscrição de associados nas unidades do Banco onde não há representação. Isso acontece cotidianamente, e se intensifica nos períodos eleitorais, sendo, portanto uma prática permanente da Associação. A AFBNB enfatiza que o representante deve desempenhar um papel fundamental de mobilização da base e de organização junto à entidade no encaminhamento das demandas e reivindicações. Um local de trabalho sem representante de sua entidade representativa torna-se mais vulnerável quanto às relações de trabalho.


– A eleição na AFBNB é democrática. Podem se candidatar todos os associados, desde que estejam quites com as obrigações estatutárias conforme edital publicado para esse fim.  Quem escolherá ao final é a base! Portanto, dizer que a inscrição de outras pessoas significa automaticamente a vitória delas em detrimento de quem acusa é reconhecer no outro o melhor candidato. É reconhecer-se como incapaz de concorrer em condições de vitória diante dos colegas que votam.


– Uma vez eleito, não cabe à Diretoria da AFBNB destituir o representante do mandato, haja vista o mesmo ter sido democraticamente escolhido pelos seus pares – a quem recai a responsabilidade de acompanhar a atuação do representante e cobrar comportamentos favoráveis ao trabalhador. A Associação reitera e tem chamado a atenção, sobretudo para a importância do mesmo aderir às lutas encampadas pela entidade como as campanhas e a sua atuação durante as greves. Assim, é condição sine qua non para ser representante, que seja uma pessoa comprometida com as lutas que a Associação encampa. Mas isso quem julga é a base!


O fato de os acusadores em questão terem ultimamente tomado atitudes contra a AFBNB e por extensão aos associados – quando no Congresso dos Funcionários votaram em matéria que conspira contra a entidade, a exemplo da exclusão do Acordo Coletivo de Trabalho das cláusulas que asseguram a liberação dos diretores da AFBNB e a consignação em folha da contribuição dos associados – certamente depõe contra eles. Provavelmente o sentimento de autoexclusão do processo, ora manifestado pelos acusadores, reflete o sentimento de contradição e equivoco histórico que os mesmos cometeram com essa atitude. Com que autoridade busca-se ser representante ou dirigente de uma entidade a qual se procura enfraquecer, na realidade, extingui-la?


– Mesmo diante de fatos como esse, a inscrição dos referidos senhores procedeu da mesma forma que os demais, o que mostra a transparência do processo e a democracia da Associação, característica preservada e levada a efeito pela Diretoria. Assim, nota-se uma dose excessiva de inverdade na afirmação dos mesmos de que foram excluídos do processo.


Por fim, a AFBNB reitera o caráter republicano, autônomo, transparente e coerente com que trata seus processos eleitorais e as demais questões de incumbência da entidade, reafirmando a luta em defesa dos trabalhadores e o fortalecimento da organização.


Nossa Solidariedade ao Diretor Edilson (Mamão)!



Edilson Rodrigues é um destacado ativista do BNB ao longo de muitos anos. É um trabalhador do Banco do Nordeste do Brasil há mais de três décadas e desempenha suas atribuições com muita dedicação, zelo, competência e ética, valores e princípios que se traduzem em sua ação enquanto diretor da AFBNB. É, portanto, um cidadão de muito respeito e conta com todo nosso apoio e apreço.


Nestes termos, Edílson sempre procurou se comportar pelo cumprimento da missão da AFBNB no encaminhamento das lutas, em sintonia com a base que representa em valorização e respeito à mesma, bem como em respeito e valorização da entidade da qual é dirigente com os votos legítimos e democráticos dos associados. Infelizmente, somos obrigados a dizer que não é possível afirmar o mesmo sobre os que dissimulam, mentem e tergiversam diante da verdade dos fatos.


A Diretoria


A AFBNB ao lado dos trabalhadores


Gestão Autonomia e Luta


Source: Notícias – 600

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome