Em carta de ano novo, Bill Gates defende mais impostos sobre ricos como ele

37

Bill Gates, cofundador da Microsoft, começou a última década com um patrimônio superior a US$ 50 bilhões e prometendo doar a fortuna para instituições de caridade.

No final da década, Gates havia doado bilhões de dólares para combater a pobreza, melhorar a assistência médica e a educação. Mas a fortuna do empresário mais do que dobrou durante o período, resultado da valorização das ações e de políticas tributárias favoráveis.

Assim, no final da década, a segunda pessoa mais rica do mundo disse que quer que seus colegas bilionários paguem impostos muito mais altos.

Congressistas dos EUA devem fechar brechas, aumentar o imposto sobre imóveis e também a taxa sobre ganhos de capital para que seja equivalente ao imposto sobre a renda do trabalho, escreveu Gates na segunda-feira (30) em um post publicado em seu blog. Ele também pediu aos estados e governos locais que tornem os impostos “mais justos” e reiterou seu apoio a um imposto de renda estadual em Washington, onde mora.

“Fui desproporcionalmente recompensado pelo trabalho que fiz — enquanto muitos outros que trabalham tão duro quanto enfrentam dificuldades para sobreviver”, escreveu. “É por isso que sou a favor de um sistema tributário no qual, se você tiver mais dinheiro, paga uma porcentagem maior de impostos. E acho que os ricos devem pagar mais do que atualmente, e isso inclui Melinda e eu.”

Leia a íntegra do texto aqui

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome