Liberar agrotóxico associado a doenças graves é absurdo

13

 

O governo Bolsonaro intensifica cada vez mais a liberação de agrotóxicos no prato do povo. Em 2021, o país autorizou o uso de 550 novos venenos. Agora, o agronegócio quer que seja liberado o uso de paraquete. O agrotóxico é associado a doenças graves, a exemplo de Parkinson e de mutações genéticas que podem levar ao câncer.

Após um pouco mais de um ano da proibição do produto, a Aprosoja pede a “liberação emergencial” do produto “seguida de revisão da decisão da Anvisa”. Segundo a Associação Brasileira dos Produtores de Soja, os produtores estão sofrendo risco de prejuízos, mas os dados mostram outra realidade.

As exportações de soja em 2021 renderam receita recorde de US$ 1,4 bilhão. Alta de 1.210,9% em relação a 2020. O paraquate é tão perigoso que foi o agrotóxico que mais tirou a vida de brasileiros na última década. Foram 530 intoxicações e 138 acabaram em morte, segundo o Ministério da Saúde.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome