Marielle vive!

275

Quem mandou matar Marielle?

Hoje, 14 de março, completam-se exatos 5 anos do assassinato brutal da socióloga, ativista política e vereadora pelo Rio de Janeiro, Marielle Franco, e do motorista Anderson Gomes. Menos de uma semana após o Dia Internacional da Mulher, o caso em aberto, que segue em sigilo e sem a responsabilização dos mandantes, é um desrespeito a todas as mulheres brutalmente assassinadas e violentadas todos os dias no Brasil e à memória da vereadora, cuja atuação política incomodava determinados grupos.

Quem mandou matar Marielle?

Investigações apontam para motivações políticas. Some-se a isso a misoginia, o machismo estrutural, o racismo, o ódio de classe e a corrupção e o resultado foi a tentativa de calar uma mulher negra, da periferia, lésbica, política, corajosa o suficiente para desequilibrar o status quo, mas não conseguiram porque Marielle vive!

Quem mandou matar Marielle?

Ela vive em cada mulher que foi pras ruas exigir respostas; em cada uma que se aproximou da política, seja ela partidária ou não; que se candidatou nas eleições; ela está nas eleitas em mandatos coletivos e nas pautas que discutem cada vez mais o papel das mulheres e lutam contra a violência, em todas as searas. Está nas que resistem; nas que questionam e nas que não se calam.
Marielle vive. Mas a pergunta segue gritando: quem mandou matar Marielle?

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome