Mossoró terá Centro Cultural do Banco do Nordeste sediado no Teatro Lauro Monte Filho

29

A governadora Fátima Bezerra (PT) anunciou nesta quarta-feira (23) que Mossoró ganhará um Centro Cultural Banco do Nordeste (CCBNB), a ser instalado no Teatro Lauro Monte Filho, centro da cidade.

A iniciativa é uma parceria entre o Governo, Fundação José Augusto (FJA), Banco do Nordeste e Uern. Um dos articuladores foi o ex-secretário de Planejamento e Finanças do Rio Grande do Norte, Aldemir Freire, que atualmente é diretor do banco. O termo de cessão da operação deve ser assinado em 30 de setembro, feriado municipal em que Mossoró comemora a libertação das pessoas escravizadas.

Segundo Freire, ainda não há todos os detalhes da operação, mas o BNB deve alocar servidores próprios para fazerem a gestão do Centro Cultural.

“Após o banco receber o imóvel vamos fazer alguns investimentos no prédio. A programação dos eventos provavelmente ocorrerá a partir do próximo ano”, afirmou.

Será o quarto equipamento deste tipo no Nordeste. Já existem outros centros em Fortaleza-CE, Juazeiro do Norte-CE e Souza-PB. Junto a Mossoró, Recife, capital de Pernambuco, também ganhará uma unidade.

Um grupo de trabalho (GT) já foi formado para discutir um cronograma de atividades e ações que vão desde a instalação do escritório do centro cultural dentro do teatro, até o calendário e programações. O GT foi confirmado pelo diretor-geral da FJA, Gilson Matias.

“Nós já formamos um grupo de trabalho com BNB, Uern e Fundação José Augusto para dar prosseguimento que vai fazer com que Mossoró, cada vez mais, ocupe um lugar na cena. Já é uma capital da cultura e agora Mossoró expande para o mundo com essa nova parceria”, destacou.

Fátima também celebrou a iniciativa.

“O Teatro Lauro Monte Filho e o povo da capital do Semiárido só têm a ganhar com esse equipamento que fará, cada vez mais, com que Mossoró ocupe a cena cultural do Brasil e do mundo! Sigamos trazendo mais arte, música e cultura para o nosso povo”, disse, nas redes sociais.

Entre os três centros que existem atualmente, o de Fortaleza é o mais avançado. O espaço conta com galeria, palcos, caixa cênica, auditório e espaço para shows, ocupando dois andares em uma área total de 3.580 m².

O de Juazeiro do Norte e o de Souza possuem sala de exposições, biblioteca, auditório, oficinas e um teatro multifuncional. Eles têm, respectivamente, 2.500m² e 1.400m².

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome