Movimentos sociais realizam ato em defesa da democracia nesta segunda-feira

46

Em resposta à invasão terrorista promovida por bolsonaristas Congresso Nacional, o Palácio do Planalto e o Supremo Tribunal Federal no último domingo, movimentos sociais e instituições progressistas convocaram atos pela democracia em todo o País para esta segunda-feira (9).

Em São Paulo, uma das manifestações será realizada pela Universidade de São Paulo (USP), às 12h, no Largo do Sâo Francisco.

A segunda reunião terá início às 18h, no vão do Masp, convocada por movimentos sociais e pelo Coletivo Democracia Corintiana. Em Marília, no interior de São Paulo, a concentração será na praça Saturnino de Brito, no centro da cidade, também às 18h. Também no interior paulista, manifestantes pró-democracia podem se encontrar no Largo do Rosário, a partir das 17h, em Campinas. Já no Rio de Janeiro, a concentração Contra o Golpe e pela Democracia começa às 16h, na Cinelândia, e foi convocada pela Central Única dos Trabalhadores (CUT).

A calçada do shopping Midway Mall, em Natal (RN), será o ponto de encontro de dezenas de movimentos sociais, a partir das 16h. A Frente Popular em Mato Grosso, composta por movimentos sociais e partidos de esquerda, convocou o ato pela democracia na praça Ulysses Guimarães, às 17h em Cuiabá.

Em Santa Catarina, estado em que o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) e candidatos bolsonaristas tiveram votação bastante expressivas, a reunião será no Largo da Alfândega, em Florianópolis, às 18h.

No Rio Grande do Sul, as manifestações foram organizadas pelo Sindicato Nacional do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense (IFSul) e têm dois pontos de concentração: na Esquina Democrática, em Porto Alegre, e em frente ao Chafariz da Sete, em Pelotas, ambos às 18h.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome