Mudanças nas estatais questionadas no STF

215


Tramita no STF (Supremo Tribunal Federal) mais uma ADI (Ação Direta de Inconstitucionalidade) contra o Estatuto das Estatais, aprovado com alterações após pressão do movimento sindical contra itens que facilitariam a privatização. 


 


A ação, movida pelo PCdoB, foca no decreto presidencial 9.188, que dispõe sobre venda de ativos das companhias de economia mista. O partido pede uma interpretação para afirmar que a venda das ações das sociedades de economia mista, as subsidiárias e controladas exija uma prévia autorização legislativa sempre que se cuide de alienar o controle acionário em caráter cumulativo. 


 


A primeira ADI de janeiro de 2017, movida pelo movimento sindical, questiona a constitucionalidade do Estatuto das Estatais de forma ampla, destacando a exclusão dos trabalhadores nos conselhos das empresas, apesar de garantido em lei. 


 


Na primeira ação, o ministro Ricardo Lewandowski, em parecer, reconheceu a urgência e relevância da ADI, mas que não emitiria liminar solicitada sem que o assunto fosse analisado pelo Congresso Nacional, Advocacia-Geral da União e Procuradoria Geral da República.


Source: SAIU NA IMPRENSA

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome