Mulheres nas ruas em defesa da vida neste 8 de março

18

Esta terça-feira, 8 de março, é o Dia Internacional da Mulher e será marcado por manifestações em todo Brasil. A pauta prioritária dos movimentos feministas envolve tanto a questão de gênero como a de violência doméstica.

As mulheres voltam às ruas para lutar contra mais retrocessos impostos pelo governo Bolsonaro, pelo fim do machismo, racismo e fome. Em Salvador, às 14h, terá caminhada saindo do Campo Grande em direção à praça da Piedade.

Ainda está prevista a distribuição de marmitas em frente à Câmara Municipal de Salvador, simbolizando o combate à fome. Além disso, os atos pelo Brasil também serão por Bolsonaro Nunca Mais, um governo sem compromisso com a população, principalmente com as mulheres e a parcela mais pobre da sociedade.

A luta tem que continuar porque dados do Instituto DataSenado mostram que 86% das brasileiras perceberam um aumento de violência contra elas. O número de casos é 4% maior do que o registrado em 2020.

Confira a agenda de atos para o #8M

Sul

  • RS – Porto Alegre, concentração na Esquina Democrática, a partir das 18h
  • RS – Caxias do Sul, concentração na Praça Dante, a partir das 18h
  • PR –  Curitiba, concentração a partir das 18h30, na Praça Santos Andrade. A manifestação passa a caminhar às 18h30
  • PR – Maringá, acontece a IV Caminhada/Pedalada pelo fim da violência contra a mulher, no dia 12 de março, às 9h, na Praça da Catedral
  • PR – Guarapuava, a partir das 17h, no terminal da fonte
  • PR – Assis Chateaubriand, café da manhã e roda de conversa com as mulheres catadoras de material reciclável, às 7h30. E uma roda de conversa na casa da APP-Sindicato de Assis Chateaubriand com as professoras e funcionárias de escola da ativa e aposentadas, às 10h
  • PR – Foz do Iguaçu, concentração a partir das 17h, em frente ao Bosque Guarani (TTU). Às 18h acontece a saída em marcha que vai até a Praça da Paz
  • PR – Toledo, ato no dia 6, a partir das 17h30, no Parque Ecológico Diva Paim Barth
  • PR – Ponta Grossa, ato no dia 6, às 15h30, na Praça Barão de Guaraúna
  • SC – Blumenau, lançamento vídeo/mosaico em homenagem à Bell Hooks, às 20h. Ato público no dia 11, às 18h30, no Parque Ramiro Ruediger

Sudeste 

  • SP – São Paulo, ato no Masp, às 16h
  • SP – Ubatuba, ato de esquenta, no sábado (5), a partir das 11h, com concentração no calçadão, ao lado das Casas Bahia
  • SP – Campinas, concentração no Largo do Rosário, a partir das 16h
  • MG – Belo Horizonte, concentração na Praça da Liberdade, às 16h30
  • MG – Juiz de Fora, manifestação na Praça da Estação, às 17h
  • MG – Uberlândia, na Praça Ismene, às16h30
  • MG – Divinópolis, o ato acontece às 15h30, no quarteirão fechado da rua São Paulo
  • RJ – Rio de Janeiro, concentração na Candelária, às 16h, e saída às 18h para a Cinelândia

Centro-Oeste

  • DF – Brasília, concentração no Museu da República, às 17h. Reunidas, as mulheres vão seguir em marcha até o Congresso Nacional
  • MS – Campo Grande, concentração na Avenida Afonso Pena com a 14 de Julho, a partir das 8h

Norte 

  • PA – Belém, a partir das 17h, na Praça da República
  • PA – Ananindeua, o ato acontece no dia 6. A concentração está marcada para 7h e a saída do ato acontecerá às 8h. O local do encontro será a Deam, que fica na Cidade Nova 5, We 31, 1112

Nordeste

  • AL – Maceió, às 8h, na Praça dos Martírios
  • PE – Recife, partir das 15h, no Parque 13 de maio
  • RN – Mossoró, pela manhã, haverá feira de rua no Centro Feminista 8 de março (CF8), com comercialização de produtos das mulheres da economia solidária, “Alô Frida”, música ao vivo, batucada feminista, poesia e intervenções políticas. À tarde, acontece o ato unificado, às 16h, na Praça da PAX
  • RN – Natal, concentração para o ato acontece às 14h30, na Praça Gentil Ferreira
  • BA – Salvador, a concentração acontece às 14h, na Praça do Campo Grande e a caminhada tem início às 15h, indo até a Praça da Piedade
  • CE – Fortaleza terá feira feminista às 13h, debate às 14h, cortejo às 15h e ato político e cultural às 16h
  • MA – São Luís, as mulheres vão se concentrar a partir das 15h na Praça Deodoro
  • SE – Aracaju, às 9h, haverá um ato na Reserva da Mangaba

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome