Por respeito ao direito de greve e por negociação já! Por Waldenir Britto

269


Cara Diretoria do BNB,


Em relação ao movimento nacional dos bancários, os funcionários exercem o seu direito legítimo à greve, após esgotadas as possibilidades de uma negociação, que se arrasta desde o mês de agosto. Infelizmente a Fenaban, foi, para dizer o mínimo, desrespeitosa com a categoria que contribui decisivamente com os lucros absurdos do sistema financeiro, ao propor o ridículo índice de 5,5% de reajuste salarial, quando a inflação beira os 10%!


Em uma conjuntura extremamente difícil como essa e mesmo em outras passadas, talvez piores que a atual, os funcionários do BNB sempre mantiveram o compromisso de, não só levar o crédito, mas de fazer crescer e desenvolver o Nordeste e o BNB. E continuaremos, após finalizadas as negociações salariais atuais!


Neste sentido, é importante destacar o direito à greve –  que o próprio BNB reconhece – e que a luta da maioria dos funcionários, que decidiram em assembleias em todo o país, por uma greve nacional forte, é legítima! A vontade de um não pode ser superior a vontade da maioria, até mesmo porque se assim fosse, deveria esse uno – se consciente de sua posição –  ser ético e se recusar a receber as conquistas dos que estão na luta, em todos os anos!


Desta forma, os funcionários entendem que a greve nem existiria se fossem apreciadas algumas das propostas que, apresentadas todos os anos, a categoria vem lutando para conquistar. Por exemplo, acredito que se o Banco acatasse a proposta de implementação do piso nacional do salário mínimo do DIEESE como nível 1 no plano de cargos, com impacto na curva salarial, os bancários do BNB nem entrariam em greve. Portanto, não depende só dos bancários a finalização da greve, depende muito mais da postura do BNB em atender várias das justas propostas que elencamos que, ratifico, vem se apresentando ao longo das negociações!


Assim, reafirmamos nosso compromisso com a negociação e entendemos que o BNB já deveria estar a negociar nossa minuta específica – se tem vontade de finalizar a greve o mais rápido possível, precisa negociar –  ao tempo que lembramos que as informações da campanha salarial podem ser vistas diariamente nos sítios de nossas entidades representativas!!


Pela negociação com a apresentação de propostas dignas para a categoria!


Bancários e bancários à luta!


Waldenir Britto é Diretor  AFBNB e da Federação dos Bancários  BA-SE 


Source: Notícias – 500

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome