Reestruturação das Centrais: AFBNB questiona procedimentos inadequados

525

A AFBNB encaminhou, na manhã de hoje (6/5), ofício à Presidência e Diretorias Administrativa e Financeira e de Crédito do Banco do Nordeste do Brasil (BNB), no qual apresenta questionamentos quanto ao processo de reestruturação na Centrais. A Associação tem recebido relatos sobre procedimentos, os quais classifica como inadequados e em descompasso com o que foi apresentado durante reuniões com o BNB para tratar do assunto, sobretudo quanto a recursos humanos.

Confira o ofício na íntegra:

Fortaleza-CE, 6 de maio de 2021.

Ao Senhor

Romildo Carneiro Rolim
Presidente
Banco do Nordeste do Brasil
Nesta

Assunto: Reestruturação das Centrais – ocorrências inadequadas

Prezado Presidente,

Acerca do processo de restruturação no âmbito das Centrais, situação que tem merecido abordagens da AFBNB com vistas aos procedimentos encaminhados, consideramos oportuno retornar à discussão, haja vista relatos de situações que têm nos chegado. A propósito, é importante lembrar que nas oportunidades em que o assunto foi tratado, ficou compreendido, conforme ênfase dos representantes do Banco, que a referida reestruturação fora formatada na perspectiva do melhoramento dos processos, otimização/racionalização dos serviços e celeridade nos resultados, sem danos de qualquer ordem aos funcionários. 

Em que pese o exposto, a Associação tem sido demandada, com registros de que o modelo posto não estaria sendo encaminhado a contento, sobretudo quanto aos recursos humanos. Muito pelo contrário! Consta a incidência de desinvestimento prévio de pessoal por meio de telefonema (nos casos de regime de teletrabalho monitorado), substituição de analistas por mão de obra terceirizada e direcionamento dos funcionários por si próprios para a procura de outros espaços, sob pena de dispensa da função, inclusive com prazo estabelecido para tal.

Considerando que as ocorrências apresentadas, uma vez confirmadas, não se coadunam com o modelo que nos foi apresentado durante as discussões referentes, e que a forma adotada vem ocasionando desconforto, terror, incertezas e instabilidade, manifestamos nossa preocupação quanto ao que entendemos refletir uma quebra de cultura organizacional que não contribui para a satisfação no ambiente de trabalho. Assim, reivindicamos a reversão, com a consequente correção do descompasso traduzido nos procedimentos.

Certos de sermos atendidos, colocamo-nos à disposição para tratar do assunto.

Atenciosamente,

Rita Josina Feitosa da Silva

Diretora-Presidente


Com cópia para Diretoria de Administração e Diretoria Financeira e de Crédito

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome